SINDECOMAR:presidente eleito elogia decisão do Tribunal Regional doTrabalho

Após tumultuado processo eleitoral, Mivaldo Oliveira foi eleito novo Presidente do (Sindecomar) Sindicato dos Empregados no Comércio de Marabá.Ele elogiou a decisão ao Tribunal Regional do Trabalho da 8 Região, por reconhecer a ilegitimidade da Chapa de oposição impedindo a mesma de concorrer ao pleito eleitoral. Mivaldo disse por meio do Facebook que luta foi árdua, porém mais uma vez a justiça foi alcançada.
Veja a decisão da justiça

Compartilhe:

Especialista fala sobre a prevenção do Zika Vírus

Microcefalia não tem cura. Caso uma criança nasça com a doença, como tem acontecido em algumas regiões do país, ou adquira a doença nos primeiros meses de vida, terá de conviver com essa doença e tentar evoluir ao máximo.

Esse é o quadro da microcefalia, como explicou o neurocirurgião Allan Zimmerman. O renomado especialista atua em seis estados brasileiros, inclusive no Pará, onde atende o Hospital Regional do Sudeste do Pará Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá.

Procurado pela imprensa local, para falar sobre o Zika Vírus, que, ao afetar grávidas, tem gerado dezenas de casos de microcefalia nos bebês. O alento é que, caso se registre alguma situação de Zika Vírus de grávidas na região, o hospital está preparado para dar o suporte necessário. “O estado do Pará está preparado e Marabá mais ainda. Temos UTI Pediátrica e UTI Neonatal”, afirma Zimmerman.

A microcefalia – explica – é o cérebro pequeno, geralmente inferior ao tamanho da mão. A doença pode ser discreta ou severa. E o Zika é apenas uma das causas, o alcoolismo de grávidas e a toxoplasmose, entre outras questões, também podem provocar a doença em bebês.

O especialista explica que o vírus tem atração pelo sistema nervoso central. Desse modo, nas grávidas, ele entra na placenta e impede o cérebro do feto de crescer. Geralmente, o problema é descoberto depois de 30 semanas de gravidez, durante o exame de ultrassonografia. Mas, o médico frisa que não há o que fazer para impedir que o bebê nasça com microcefalia.

 

Compartilhe:

Fazenda Peruano vira Projeto de Assentamento Lourival Santana II‏

Incra transforma área emblemática de conflito agrário em dois assentamentos no Sul do Pará   Após anos de atuação para promover a democratização do acesso à terra na região, o Incra, por meio de sua superintendência no Sul do Pará, conseguiu efetivar a compra do Complexo Peruano, área emblemática para a reforma agrária no município de Eldorado dos Carajás, e criar dois assentamentos no local. O complexo engloba as fazendas Balão II, Proteção Divina e Peruano, propriedade que fica a 12 quilômetros de onde ocorreu o episódio conhecido como o “Massacre de Eldorado dos Carajás” e que serviu de abrigo para famílias de sobreviventes. Na terça-feira (8), foram publicadas no Diário Oficial da União as portarias de criação dos assentamentos Lourival Santana II e Lourival Santana III, que ocupam, respectivamente, as áreas das fazendas Peruano e Proteção Divina. Os imóveis estão localizados a cerca de 20 quilômetros da sede do município. Os projetos abrigarão 345 famílias. A fazenda Peruano, com 4.312 hectares, tem capacidade para receber 287 famílias. Já a Proteção Divina possui 1.054 hectares e capacidade para 58 famílias. Na fazenda Balão II, que também integra o complexo e possui 1.096 hectares, será criado um projeto de assentamento diferenciado, em função da existência de grande área de mata nativa. “A criação deste assentamento será realizada assim que os estudos sobre a viabilidade ambiental estiverem concluídos”, afirmou o superintendente regional do Incra em Marabá, Paulo Garcia. Segundo Garcia, uma equipe do Incra já está em campo para realizar o cadastro das famílias candidatas. Após esta…

Deputados trocam socos no Conselho de Ética

Em uma sessão tensa do Conselho de Ética da Câmara, os deputados Zé Geraldo (PT-PA) e Wellington Roberto (PR-PB) quase partiram para a agressão física nesta quinta-feira (10).

O fato ocorreu durante uma discussão que começou sobre o painel de registro de presença e se agravou quando foi mencionado um requerimento para pedir o afastamento do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Eles tiveram que ser apartados por parlamentares e chegaram a ser separados por seguranças.

A sessão chegou a ser suspensa por alguns minutos. Após a confusão, o deputado Marcos Rogério (PDT-RO) foi anunciado oficialmente como novo relator do processo que investiga Cunha. A briga ocorreu um dia após o colegiado ter outra reunião tumultuada em que seria votado o parecer preliminar pela continuação das investigações sobre Cunha, mas que acabou não acontecendo e teve até a substituição do relator, deputado Fausto Pinato (PRB-SP

Compartilhe:

Dom Eliseu (PA): Manifestantes incendeiam Câmara Municipal e caminhões

Segundo a PRF, protesto começou após operação de fiscalização na área. Rodovia BR-010 chegou a ser interditada durante o protesto.

Manifestantes incendiaram o prédio da Câmara Municipal do Município de Dom Eliseu, no nordeste do Pará, durante um protesto realizado na cidade desde a tarde desta quinta-feira (10). De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o protesto começou após uma operação de fiscalização no município.

Veículos apreendidos foram incendiados

A operação conjunta da PRF com uma equipe do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) realizou apreensões de madeira ilegal, e segundo a PRF, dois caminhões apreendidos foram incendiados por manifestantes. Um deles foi totalmente destruído.

Policiais militares foram acionados para conter novas tentativas de incendiar veículos apreendidos e entraram em confronto com os manifestantes, que chegaram a atacar com pedras o posto da PRF, o prédio da prefeitura no município e o prédio da Câmara Municipal, que foi incendiado.

Compartilhe:

José Edmílson é reeleito presidente do Servimar com 385 votos

 

José Edmílson Oliveira da chapa o poder do servidor foi reeleito hoje presidente do (SERVIMAR) sindicato dos servidores públicos de Marabá com 385  votos  contra 147 de Tadeu Pereira da chapa da renovação. A diferença foi de 238 votos do 2º colocado .838 servidores estavam aptos a votar.60% 537 servidores compareceram as urnas nesta quinta feira para eleger nova diretoria.Foram quatro votos em branco, e um nulo. A eleição transcorreu em clima de tranquilidade. A principal meta agora segundo Edmílson para este novo mandato é o compromisso de  continuar defendendo intransigentemente os direitos do servidor e a construção da sede própria para o sindicato. E já existem fontes concretas de onde podem vir os recursos para iniciar a obra.

No SINDECOMAR a eleição foi tumultuada com acompanhamento de um juiz na sede do sindicato, Segundo Adelmo Azevedo a justiça deu liminar na ultima hora para a chapa dois disputar, mais logo em seguida outra decisão suspendeu e apenas  Chapa 1 da    participou do pleito. No entanto Teve menos votos, ao final da apuração, porque foram anulados 70 votos pela comissão eleitoral, mais no final apesar do resultado ficar 189 votos para chapa dois, e 149  para chapa 1, Mivaldo Oliveira,foi eleito presidente por meio de chapa única. É provável que chapa dois recorra da decisão na justiça.

Compartilhe:

TSE volta atrás e diz que eleições em 2016 terão urnas eletrônicas

Segundo o tribunal, o Ministério do Planejamento enviou um relatório ao Congresso com uma revisão do corte no Judiciário. Executivo deve repassar os R$ 267 mi que seriam bloqueados pelo ajuste. O documento também é assinado pelo Ministério da Fazenda. Outros R$ 161 milhões vão continuar cortados do orçamento. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou nesta quinta-feira (10), por meio de nota, que o governo federal revisou parte do bloqueio de R$ 428 milhões que faria no orçamento da Justiça Eleitoral, prometendo liberar R$ 267 milhões que, inicialmente, seriam contingenciados. Com isso, a Corte eleitoral afirmou que será viabilizada a realização das eleições de de 2016 com voto eletrônico.No fim de outubro, uma portaria assinada pelo presidente da Corte eleitoral, ministro Dias Toffoli, advertiu que o contingenciamento determinado pelo Executivo nos tribunais superiores inviabilizaria o voto eletrônico Com o bloqueio previsto anteriormente pelo governo, a Justiça Eleitoral deixaria de receber mais de R$ 428 milhões, o que, segundo o TSE, impediria a compra e a manutenção de urnas eletrônicas necessárias para viabilizar o pleito municipal. Na época, Toffoli ressaltou que era imprescindível contratar as urnas eletrônicas até o fim do mês de dezembro, com o comprometimento de uma despesa estimada em R$ 200 milhões. No comunicado divulgado nesta quinta, o tribunal eleitoral afirmou que a revisão da nova meta fiscal de 2015 por parte do Congresso Nacional levou os ministérios da Fazenda e do Planejamento a recalcularem o contingenciamento no Judiciário. Em vez de bloquear R$ 428 milhões, destacou a nota do TSE, o governo irá…

POR MEIO DE NOTA CÂMARA DE ESCLARECE SOBRE DIREITOS DOS TRABALHADORES DA EDUCAÇÃO

NOTA DE ESCLARECIMENTO

              A Câmara Municipal de Marabá, através de sua Mesa Diretora, vem a público se manifestar acerca do documento intitulado CARTA AOS VEREADORES DE MARABÁ, divulgado pelo SINTEPP-SUBSEDE DE MARABÁ, nos termos que seguem:

a)    de fato, não tramita na Câmara Municipal de Marabá nenhum projeto de lei, de autoria do Chefe do Poder Executivo Municipal,  que tenha por objeto a supressão de direitos dos trabalhadores da educação;
b)    causa espécie aos integrantes deste Poder Legislativo que essa entidade sindical tenha deliberado deflagrar ESTADO DE GREVE, em razão de simples boatos, e que a mobilização dos trabalhadores da educação municipal se dê na sede deste Poder que, repita-se, não aprovou, nem recebeu, qualquer projeto de lei que objetive suprimir direitos dos trabalhadores da educação;
c)    em face da mobilização prevista para ocorrer na sede da Câmara Municipal de Marabá, a Mesa desta Casa tomará as providências para resguardar a ordem e o patrimônio público;
d)    não é prática deste Poder aprovar qualquer matéria em surdina, sem conhecimento da população, em razão da formação democrática dos seus componentes e do caráter público de suas sessões, face ao que dispõem a Lei Orgânica do Município de Marabá e o seu Regimento Interno.

Marabá, 10 de dezembro de  2015.

Miguel Gomes Filho
Presidente

Carlos Roberto Gonçalves Miranda
1º Vice-Presidente

Ubirajara Nazareno Sompré
2º Vice-Presidente

Alécio Stringari
1º Secretário

Pedro Correia Lima
2º Secretário

Gerson Augusto dos Santos Varela
3º Secretário

Compartilhe:

Marta supera Pelé

Nova marca. Ao fazer cinco gols ontem (9), contra Trinidad e Tobago, Marta chegou ao número de 98 gols marcados pelo Brasil e tornou-se a maior artilheira da história seleção. A jogadora superou Pelé, que tem 95 tentos anotados na seleção e era o maior goleador até então.

Compartilhe:

Jantar natalino tem beija-mão a Temer e ‘barraco’ entre Kátia Abreu e Serra

Jantar natalino tem beija-mão a Temer e ‘barraco’ entre Kátia Abreu e Serra   Maria Lima, O Globo BRASÍLIA – Presenciar a durona presidente Dilma Rousseff se curvar a um apelo “emocionado” para que não rompesse a relação política foi apenas uma parte da noite em que o vice-presidente Michel Temer, entre baforadas de charuto e um intenso beija-mão, saboreou madrugada adentro os prazeres que a expectativa de poder pode proporcionar. Logo depois da delicada conversa com Dilma, Temer chegou para um jantar de confraternização de senadores da base e oposição na casa do líder do PMDB, Eunício Oliveira (CE). Mas o jantar não foi só de confraternização natalina. Em um momento que deixou constrangidos os convidados, a ministra da Agricultura Kátia Abreu e o senador José Serra (PSDB-SP) protagonizaram um verdadeiro “barraco”, que terminou com a peemedebista jogando seu copo de bebida no tucano depois de um bate-boca acalorado provocado por uma brincadeira mal recebida. A um canto da piscina uma fila de senadores e ministros assediaram o vice que hoje assume a Presidência interinamente em virtude da posse do novo presidente da Argentina, Mauricio Macri, por enquanto, e o assunto era um só: como tinha sido a conversa com Dilma e sua avaliação sobre o desfecho do impeachment. Temer teve duas conversas particularmente demoradas: com a ministra da Agricultura Kátia Abreu, um das mais ferrenhas defensoras da presidente Dilma; e com o senador e ex-presidente Fernando Collor (PTB-AL), que passou a noite falando sobre o processo de impeachment que o apeou da Presidência…