AGROPARÁ 2015:

Winston Diamantino, conta o segredo do sucesso que o levaram à conquista Após vencer na semana passada, o Prêmio Agro-Pará 2015, na categoria Produção Animal Bovinos, o empresário e pecuarista Winston Diamantino, do Grupo Revemar, concedeu entrevista ao DIÁRIO DE CARAJÁS, E RADIO CLUBE DE MARABÁ para falar sobre o prêmio e o segredo para a conquista do mesmo. Ele conta que o sucesso da produção é baseado em três pilares, os quais dedica o primeiro ao legado do pai José Francisco Diamantino, pioneiro em melhoramento genético do Brasil. O segundo pilar apontado por ele foi sua equipe de trabalho e em terceiro todos os pecuaristas da região. “O primeiro pilar é o trabalho que o Diamantino fez há mais de 20 anos. O segundo pilar é a equipe fantástica que a gente tem, de pessoas competentes que trabalham na nossa agropecuária e torna ela altamente produtiva”, disse. “O terceiro eu dedico esse prêmio a todos os agropecuaristas do sul do Pará, que estão aí há muitos anos, desde o pequenininho que tem três vaquinhas leiteiras, até o cara que tem o rebanho maior. Desde o que planta mandioca até o que planta açaí”, conta. A premiação ocorreu na noite da última quinta-feira (17), no auditório Albano Franco, da Federação das Indústrias do Estado do Pará (Fiepa), reunindo os maiores representantes do setor da produção animal e vegetal no Pará. O Prêmio foi uma inciativa do Diário do Pará, onde ao todo, 15 empresários ou empreendimentos foram escolhidos por reunirem todas as condições para o…

PARAUAPEBAS:PRESO EM MARABÁ ACUSADO DE MATAR EX- ESPOSA

Francisco Vasconcelos Leal, 60 anos, é suspeito de mandar matar a ex-mulher Rosenir Cristina da Silva Sousa, 46 anos, com disparos de arma de fogo, no último dia (21) no Município de Parauapebas.
Graças a uma denúncia anônima oriunda da Central do Disque Denúncia de Marabá, que o acusado foi preso pela Polícia Militar em Marabá, por volta das 20h, desta terça-feira (22), em uma residência na Av. Tocantins, Bairro, Morada Nova.
Francisco foi encaminhado à delegacia para esclarecimentos, e ao chegar à seccional, o mesmo, confessou ter pago uma quantia de R$ 1.500,00 para uns moleques tirarem a vida da ex-mulher.
O acusado está à disposição da justiça.
O final de semana e o início desta foram marcados mais uma vez com o registro de três mortes violentas em Parauapebas, sendo uma por golpes de foice, outra por disparos de arma de fogo e a terceira encontrada nas águas do Rio Parauapebas. As vítimas são José Benedito Gonçalves Moreira, 24 anos, conhecido por Shayla; Rosenir Cristina da Silva Sousa, 46 anos; e Ivan Ferreira Coimbra, 38 anos
Continue Denunciando! ANONIMATO GARANTIDO!
Disque Denúncia de Marabá (94) 3312-3350
Disque Denúncia de Parauapebas – PA (94) 3346-2250
Whatsapp (94) 98198-3350

F

Compartilhe:

Prefeitura entrega pavimentação em quatro folhas da Nova Marabá

  Um café da manhã com a comunidade marcou, nesta quarta-feira (23), a entrega da pavimentação das quadras 1, 2, 3, 4, 5, 6, 10, 13, 16 e 17 da Folha 23, no Núcleo Nova Marabá, dentro da primeira etapa do projeto de canalização e urbanização da Grota Criminosa, que vai levar drenagem, água, esgoto e asfalto a todas as quadras daquela folha e também às da Folha 26. No início desta semana também foram pavimentadas as quadras 15 e 16 da Folha 12; quadras 4 e 5 da Folha 13; e quadras 4, 5, 6, 12, 13, 25, da Folha 33, totalizando 20 quadras pavimentadas de um total de mais de 200 que serão beneficiadas nas folhas 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 18, 19, 25, 32 e 34, no maior projeto de drenagem e asfalto da história do município, que alcança também a Agrópolis do Incra, Bairro Alvorada e Vila Poupex. Outro pacote de obras, o da canalização e urbanização da Grota do Aeroporto, está beneficiando também com drenagem e pavimentação dezenas de ruas do Núcleo Cidade Nova. Um terceiro conjunto de serviços está dotando de asfalto com drenagem os bairros Quilômetro Sete, Araguaia, Nossa Senhora Aparecida, São Félix e a Vila Itainópolis, na Zona Rural. Tudo isso totaliza hoje 30 frentes de trabalho de infraestrutura em toda a cidade, como nunca foi feito em 102 anos de existência do município. Na ocasião, o militar aposentado José Antônio Ferreira Filho, ex-presidente da Associação dos Moradores das Folhas…

MARABÁ: Casal é preso com dinheiro falso

Um casal foi preso na manhã desta segunda-feira (21) em Marabá, no sudeste do estado, acusados de falsificar e espalhar dinheiro falso no comércio local. Depois de dar um calote considerável na cidade, casal foi preso. Trata-se de Alexandre Paulo Neves Claudino e a esposa dele, Edileuza Karla Tavares Cruz. Os dois foram capturados por uma guarnição do Grupo Tático Operacional (GTO), comandada pelo cabo Abimael Rodrigues. Os militares, em verdade, receberam denúncia de um frentista que tinha acabado de ser vítima da dupla. Ocorre que os dois, segundo informações acostadas em Boletim de Ocorrência, estavam fazendo um verdadeiro derrame de cédulas falsas em Marabá, sendo que uma das vítimas teria sido o frentista, que preferiu não ter a identidade revelada. O casal abasteceu um carro gol, em um posto de combustível da Nova Marabá núcleo urbano da cidade, sendo que o acusado, Alexandre Claudino, pagou a conta com duas cédulas de R$ 50 aparentemente falsas. Ao perceber que tinha caído num golpe, o frentista acionou a Polícia Militar, sendo que repassou as características do carro e dos passageiros. De posse destas informações os militares do GTO fizeram algumas buscas até que localizou o carro trafegando pela rodovia Transamazônica, próximo a um suntuoso hotel onde foram presos. Para a Polícia, o acusado Alexandre Claudino confessou que, de fato é o dono das cédulas falsas e que havia distribuído algumas delas no mercado local. Com o casal, os militares apreenderam R$ 1,8 mil em cédulas falsas. Os dois foram conduzidos até a Seccional Urbana da Nova…

Marabá:TRAFICANTE PRESA COM OXI

Droga apreendida
Após receber denúncia anônima de um mototaxista, foi presa em flagrante delito por tráfico de drogas Lilia do Socorro Rocha Botelho, de 30 anos, a qual se encontrava portando 205 grama de Oxi, cuja droga seria destinada ao abastecimento dos usuários de Eldorado dos Carajás.A operação foi realizada pela Superintendência do Sudeste Paraense e NAI/Sudeste, com participação do Delegado Washington Santos de Oliveira

 

 

Compartilhe:

Dom Helder: difamado pela ditadura brasileira e impedido de receber o Nobel da Paz

Paulo Emanuel Lopes Adital Dom Helder Câmara, um dos fundadores da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e signatário do Pacto das Catacumbas, documento que contribuiu para a formação da Teologia da Libertação na América Latina, foi difamado pelo governo ditatorial brasileiro [1964-85], através do ministério das relações exteriores, com o objetivo de impedi-lo de receber o prêmio Nobel da Paz. O ato teria sido uma represália pela sua atuação em prol dos direitos humanos dos perseguidos políticos no Brasil. Helder Câmara, um religioso que conseguiu denunciar as agressões promovidas pela ditadura militar, no Brasil. Foto: reprodução. Câmara, então arcebispo de Olinda e Recife [Estado de Pernambuco], mesmo indicado quatro vezes ao Nobel da Paz, entre os anos de 1970 e 1973, não pôde alcançar o reconhecimento, graças à atuação difamatória do governo brasileiro. Este produziu e difundiu entre os membros do comitê gestor do Prêmio informações que distorciam fatos de sua vida pessoal e religiosa. A manobra foi revelada a partir de documentos obtidos pela Comissão Estadual da Memória e Verdade Dom Helder Câmara de Pernambuco (CNV-PE), disponibilizados pelo Itamaraty. A Comissão divulgou o conteúdo inédito dessa documentação na última sexta-feira, 18 de dezembro, em solenidade no Palácio do Campo das Princesas, sede do governo executivo pernambucano. Dom Helder faleceu de causas naturais, em 1999, aos 90 anos. “No Brasil, se mata e tortura em nome da segurança nacional” “Isso [a perseguição e difamação a dom Helder] nós já sabíamos. Mas a partir da liberação desses documentos, pudemos reunir provas da atuação da…

#NãoVaiTerGolpe: relator frustra oposição ao aprovar contas de Dilma rejeitadas pelo TCU

Segundo o senador Acir Gurgacz, além de Dilma, 14 governadores de estados também descumpriram as metas, entretanto, não é motivo para perda de mandato. “Causaria insegurança jurídica no país”; relatório rejeitado do Tribunal de Contas da União (TCU) era único argumento da oposição pelo impeachment da presidente da República; portanto, #NãoVaiTerGolpe.

O senador Acir Gurgacz (PDT-RO), relator das contas presidenciais de 2014, nesta terça-feira (22), rejeitou a recomendação do Tribunal de Contas da União (TCU) e apresentou parecer pela aprovação das contas da presidente Dilma Rousseff (PT).

O relatório do parlamentar significa mais uma pá de cal na tentativa de golpe contra a presidente da República, haja vista ser o único argumento da oposição e golpistas para tirá-la do cargo via impeachment.

O senador Acir disse que as contas foram aprovadas com “ressalvas”, como em outros anos. Para Acir, os decretos assinados por Dilma e pelo vice-presidente Michel Temer não são ilegais, pois possuem previsão orçamentária.

“Tenho boa relação com a presidente Dilma e com a oposição. Não fizemos o relatório pensando na presidente e sim no país. Além disso, a rejeição de contas causa inelegibilidade e não perda de mandato, segundo a própria OAB. E o TCU é um órgão assessor, quem vota é a Comissão Mista de Orçamento e o Congresso. A prerrogativa é do Congresso”, explicou o relator.

Segundo o senador Acir Gurgacz, além de Dilma, 14 governadores de estados também descumpriram as metas, entretanto, não é motivo para perda de mandato. “Causaria insegurança jurídica no país”.

 

Compartilhe:

Estados parcelam 13° salário dos servidores

Em pelo menos quatro estados, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Sergipe e Tocantins, o 13º salários dos servidores estão sendo parcelados. Os servidores desses estados podem ainda contrair empréstimos no valor integral do benefício que os Estados prometem pagar os juros. A matéria é do Bom Dia Brasil/TV Globo.

 

https://youtu.be/PdzZnpI1utQ

 

Compartilhe:

Real é a moeda que mais se desvalorizou em 2015

A dez dias do fim do ano, o real está se consolidando como a moeda que mais perdeu valor ante o dólar em 2015. Nesta segunda-feira, a divisa americana fechou cotada a R$ 4,022 na compra e a R$ 4,024 na venda — a maior cotação de fechamento desde os R$ 4,059 de 29 de setembro, refletindo as incertezas do mercado com relação à saída de Joaquim Levy do ministério da Fazenda, agora sob o comando de Nelson Barbosa. As informações são d’O Globo

Levando em conta o recuo desta segunda-feira, a moeda brasileira já acumula queda de 33,68%. O percentual supera a desvalorização de moedas como o peso argentino (-33,33%), peso colombiano (-31,05%), lira turca (-20,65%) e rublo russo (-17,57%), de acordo com dados da Bloomberg.

Do outro lado estão as divisas que estão dando os melhores retornos em 2015. Em primeiro lugar está o shekel israelense (valorização de 0,93%), seguido do dólar de Hong Kong (0,01%). Mas, a partir do terceiro colocado, o resultado já é negativo, com o recuo de 0,75% do franco suíço.

A publicação cita ainda analistas da Oxford Economics, que afirmaram que o governo usava “as credenciais pró-mercado de Levy para prometer (sem cumprir) medidas de austeridade”. Sobre Barbosa, os especialistas ressaltam que ele foi um dos responsáveis pela nova matriz econômica, adotada no primeiro governo da presidente Dilma Rousseff.

Compartilhe: