Câncer de próstata ainda é tabu entre os homens

Pouca procura pelo Novembro Azul preocupa Secretaria de Saúde A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio da Coordenação da Saúde do Homem, fez sua parte: divulgou na mídia e ofereceu serviços para cerca de 5 mil homens, na Campanha Novembro Azul. Mas, o hábito de não cuidar da saúde resultou apenas num total aproximado de 1,5 mil pessoas que responderam ao chamado. Segundo o titular da SMS, Nagib Mutran Neto, que esperava uma participação mais efetiva, trata-se de situação histórica: “O homem sempre procura menos cuidar da saúde do que a mulher, mas nós vamos continuar tentando melhorar esse índice nas próximas campanhas”. Quanto ao número de exames de PSA (Antígeno Prostático Específico), que detectam indícios de câncer da próstata, Nagib falou da existência de um protocolo a ser obedecido, como a idade (a partir dos 40 anos) e histórico familiar de câncer da próstata. Por isso, só uma parcela dos consultados é encaminhada para o exame específico. “Também se houvesse grande número de encaminhamentos, o laboratório demoraria muito a atender em função de outras demandas da atenção básica”. De acordo com Erenildes Barroso, coordenadora da Saúde do Homem, no período de 4 de novembro a 4 de dezembro, o Laboratório “Pedro Cavalcante” realizou 368 exames de PSA, o que apontou apenas 56 alterações. No entanto, todos os homens que estão com encaminhamento referente ao Novembro Azul podem fazer o teste até o fim de janeiro de 2016. Ainda conforme com Erenildes Barroso, a campanha, que contou com o indispensável apoio do Centro de…

Seagri inaugura viveiro de mudas em parceria com ICMBio e Vale

A Secretaria Municipal de Agricultura (Seagri) inaugurou na manhã desta quarta-feira (16) um viveiro que deve comportar mais de um milhão de mudas. A estrutura foi construída em parceria com o Instituto Chico Mendes de Preservação da Biodiversidade (ICMBio) e com a Vale, que cumpriu com as condicionantes do Projeto Salobo. O viveiro foi construído com mão de obra cedida pela prefeitura na área de fundo da Seagri e o investimento foi feito pela Vale. O ICMBio deve acompanhar o processo de cultivo e distribuição das mudas pela secretaria, que também recebeu duas caminhonetes. O objetivo é produzir mudas que serão utilizadas no reflorestamento de áreas degradadas por ocasião da instalação de grandes projetos da Vale, além de recomposição da mata ciliar do Rio Itacaiúnas, em Marabá. “O viveiro é extremamente importante porque ele vai servir de base de incentivo para todos os projetos conservacionistas no entorno e na região”, explicou André Macedo, gestor da Floresta Nacional Tapirapé-Aquiri, administrada pelo ICMBio. De acordo com Milton França, coordenador do viveiro da Seagri, este vai produzir basicamente mudas de açaí, castanha-do-pará, banana e cupuaçu, entre outras essências. Porém, os diversos parceiros deverão sugerir outras culturas, como cacau, cítricos, café e outras permanentes. Quanto à mão de obra empregada no empreendimento, o viveiro absorve hoje 20 pessoas, mas, de acordo com seu desenvolvimento pode vir a gerar milhares de postos de trabalho. Um milhão de mudas, ainda conforme Milton França, é suficiente para preencher 3,6 mil hectares. Cada hectare pode absorver até três trabalhadores, o que resulta em…

MARABÁ:SERVIDORES DE TODAS AS SECRETÁRIAS VÃO RECEBER DÉCIMO ATÉ SEXTA APENAS EDUCAÇÃO AINDA NÃO ESTÁ CONFIRMADO

Prefeito João Salame diz que já tem recurso garantido para pagamento do 13.º dos servidores de todas as secretarias municipais até o dia 20, exceto da educação que ainda continua indefinido aguardando repasse via Fundeb. Somente com a folha do 13.º de dezembro, o gasto é da ordem de R$ 21 milhões, e o pagamento do décimo dos professores é de r$ 11 milhões. Com encerramento de contrato dos servidores contratados, o prefeito iniciou a dispensa por força da lei, e só vai iniciar novas contratações a partir de fevereiro de acordo com a disponibilidade financeira do município. Câmara vai votar lei orçamentaria anual antes do recesso O vereador Miguel Gomes Filho (Miguelito) presidente da câmara municipal  de marabá, informou hoje que a LOA – lei orçamentaria  anual foi votada  em 1º turno, e antes do recesso dia 22 ,deverá ser votada em segundo turno. Miguelito disse que o valor do orçamento municipal para 2016 é da ordem de 781 milhões de reais. RÉVEILLON DA VIRADA: CELEBRAÇÃO SERÁ COM ATRAÇÕES REGIONAIS O show da virada esta garantido, vai ser uma festa modesta com atrações regionais, Salame afirma que o gasto deve ser no máximo de 50 mil reais. Ele esta em busca de parceria das empresas, e mineradora vale, para ajudar nos custos, com shows, estrutura de palco e fogos. CARNAVAL 2016 Em relação ao carnaval que inicia na primeira semana de fevereiro, o secretário de cultura Genival Crecêncio afirma já enviou orçamento da folia de momo, para o prefeito analisar, se aprovado deve reunir-se…

Senado aprova mudança na CFEM

Foi aprovado nesta quarta-feira,16, na Comissão de Infraestrutura (CI) do Senado Federal projeto de autoria do senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA) que altera a base de cálculo da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais  (CFEM). A matéria define a alíquota de 3% a 5% sobre o faturamento bruto resultante da venda do produto mineral como base para definir o repasse aos municípios e Estados impactados pela mineração. Dos nove senadores presentes na votação, seis votaram pela aprovação do relatório apresentado pelo senador Acir Gurgacz (PDT-RO), favorável ao projeto de alteração da CFEM. A legislação vigente determina que a base de cálculo da CFEM considere o faturamento líquido resultante da venda do produto mineral, obtido após a última etapa do processo de beneficiamento adotado e antes de sua transformação industrial. Isso equivale ao faturamento bruto menos as despesas com tributos, transporte e seguro. No entendimento do relator, a definição provoca uma série de “inconvenientes”, dando margem a interpretações divergentes quanto às despesas de transporte que podem ou não ser deduzidas da base de cálculo. “No caso, por exemplo, de uma empresa que extraia o minério do subsolo e o transporte por longas distâncias para outra planta sua, para fins de beneficiamento, a lei não deixa claro se o transporte interno pode ser deduzido da base de cálculo”, ressaltou o relator. Em relação aos custos do transporte, as mineradoras afirmam que sim, ao passo que o Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), órgão responsável pela regulação e a fiscalização da arrecadação da CFEM, defende que não. Esses…

Novo Repartimento (PA): Ponte caiu novamente e fechou o tráfego

Nesta terça-feira (15), a ponte sobre o Rio Arataú, na BR-230, desabou após um caminhão madeireiro ter tentado passar pela via. A estrutura de concreto já havia rompido em agosto de 2014. Desta vez, a ponte quebrou próximo de Pacajá, km 387, no sentido Novo Repartimento, oeste do Pará. O trânsito entre os municípios de Marabá e Altamira está .

 

 

 

 

 

Uma carreta caiu junto com a ponte

 

O motorista do caminhão sofreu ferimentos, mas passa bem. O incidente ocorreu 13 meses depois da ponte ter sido reparada pelo exército. O conserto ocorreu dois meses depois da ponte ter desabado pela primeira vez.

Equipes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) já foram deslocadas para a região e tentam uma solução para o problema. Uma das alternativas seria o uso de uma ponte do exército para garantir a trafegabilidade

 

 

Compartilhe:

PALESTRAS SOBRE FRONTEIRA AGRÍCOLA SERÁ TEMA DO BATE PAPO EMPREENDEDOR

CaetaCaetano Cândido dos Reis Neto Presidente Conjove, informa que o Vice-Presidente da ACIM, Eugenio Alegrete, ministrará palestra sobre a fronteira agrícola no Estado do Pará, no Auditório da ACIM, a partir das 18hs desta quarta feira. O Conselho de Jovens Empresários de Marabá, é uma Entidade ligada a ACIM Associação Comercial e Industrial de Marabá.

Recentemente Eugênio Alegrete  assumiu  o cargo de Conselheiro na Unimassey, a Associação dos Concessionários Massey Ferguson,  e vai representar a região 1 (Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí, Maranhão, Tocantins, Pará e Amazônas), que reune importantes estados para agricultura Brasileira como os da Região do Matopiba.

 

Compartilhe:

BALANÇO DISQUE DENÚNCIA:Tráfico de Drogas lidera ranking em 1º lugar

O numero de denuncias teve um aumento de 156% em relação ao ano passado. O balanço anual de 2015 foi divulgado ainda esta semana (14), pela assessoria de comunicação do Disque Denúncia Sudeste do Pará. Foram mais de 5.690 ligações, 2.424 Atendimentos e 3.266 Denúncias, que ajudaram as autoridades policiais a tirar do convívio social, perigosos criminosos, apreender armas e drogas e a solucionar crimes. A central abrange os 39 municípios do sudeste do Pará, e possui duas centrais capacitadas para absorver todo contingente de denúncias e atendimentos provenientes da região, que estão localizadas nos municípios de Marabá e Parauapebas e contam com o aplicativo Whatsapp para recebimento de Web Denúncias. Funcionando de segunda-feira a sábado das 08h às 20h, atende pelos telefones (94) 3312-3350/ (94) 3346-2250 ou através do aplicativo Whatsapp (94) 98198-3350. “Somente no município de Marabá tivemos um aumento de 156% em relação ao ano passado, além do estado do Pará, também recebemos denúncias oriundas de outros estados. Do total de denúncias registradas na central, 66% delas são de caráter investigativo e 34% trata-se de denúncias imediatas”, informou, a Coordenadora, Hellen Araujo. O Bairro da Nova Marabá continua liderando o ranking de 41% na lista dos bairros mais denunciados, ficando atrás dos bairros Velha Marabá com 8%, Cidade Nova 5%, São Felix, Liberdade e belo Horizonte 4% e por fim demais bairros com 2% a 3% das denúncias. Dos mais de 170 tipos de crimes denunciados na central, o Tráfico de Drogas lidera o 1º lugar, 2º Poluição sonora, 3º Roubos/furtos a…

MARABÁ:Marcha contra Impeachment deve reunir mais 2 mil pessoas

Movimentos sociais promoverão marcha em defesa da democracia e contra o golpe
Diversos grupos políticos, sociais, estudantis e da sociedade civil vão realizar um protesto pacífico na tarde de amanhã em Marabá. A concentração será em frente ao Ginásio Renato Veloso, da Folha 16, a partir das 16h. Movimentos dos trabalhadores do Campo e das cidades, estudantes das universidades, movimento das mulheres e a expectativa é reunir mais de duas mil pessoas.
O movimento vai as ruas para reclamar da crise econômica que assola o Brasil, que segundo o vice-prefeito de Marabá Luiz Carlos Pies, é mais política do que econômica. Segundo ele, a crise vem aprofundando os problemas sociais e o movimento é em defesa para que a constituição seja respeitada assim como a legislação brasileira.
O protesto é também contra o Impeachment da presidente Dilma Roussef, que segundo Luiz Carlos, é sem motivo justo, uma vez que não existem provas de crimes de responsabilidade cometidas pela presidente.
O movimento é organizado pelos três partidos da base do governo em Marabá, PT, PC do B e Pros, que estão juntos coordenando o processo com os movimentos sociais como Fetagri, Fetraf, MST alguns sindicatos como Servimar, movimentos estudantis, grupo Levant, associações de mulheres e de moradores.

Compartilhe:

MARABÁ:Presidente da OAB faz balanço positivo após ato em defesa da justiça

 Tribunal de Justiça deve enviar juízes para as Comarcas do Interior em fevereiro de 2016
O advogado Haroldo Gaya, presidente da OAB subseção Marabá fez avaliação positiva do protesto que ocorreu no último dia 10 em frente ao Fórum de Marabá. Um dos pontos positivos foi a participação de centenas de advogados, e o mais significativo o movimento fez o presidente do Tribunal de Justiça compreender a falta de juízes nas comarcas do interior do estado.
Haroldo Gaya afirma que tomou conhecimento que em fevereiro de 2016, 30 juízes vão tomar posse nos fóruns do interior. Mas ele disse que também se faz necessário a vinda de servidores, a melhoria da estrutura nas comarcas para dar celeridade processual.
Em Marabá existem 11 varas e apenas seis juízes. Se o Tribunal enviar pelo menos juízes para ocupar todas as varas, já seria um avanço, uma vez que só na Comarca de Marabá são 50 mil processos parados.

Compartilhe: