13º salário deverá injetar R$ 173 bilhões na economia, diz Dieese

Neste ano serão 84,4 milhões de brasileiros; em 2014, foram 84,7 milhões Até dezembro deste ano, o pagamento do 13º salário deverá injetar cerca de R$ 173 bilhões na economia brasileira, segundo estimativas do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), divulgadas nesta quarta-feira (11). O valor previsto para este ano indica um crescimento de 9,9% frente a 2014 (R$ 158 bilhões). Por outro lado, o Dieese estima que o número de pessoas que receberá o 13º salário em 2015 será 0,3% inferior (cerca de 300 mil pessoas a menos) ao calculado em 2014, “em grande parte pelaredução do estoque de empregos no setor formal”. Até setembro, o país perdeu 657 vagas formais de trabalho, segundo dados do Ministério do Trabalho. Neste ano, perto de 84,4 milhões de brasileiros serão beneficiados, segundo o Dieese. Em 2014, 84,7 milhões receberam 13º salário. O montante de R$ 173 bilhões representa aproximadamente 2,9% do Produto Interno Bruto (PIB) do país, e será pago aos trabalhadores do mercado formal, inclusive aos empregados domésticos; aos beneficiários da Previdência Social; e aos aposentados e pensionistas. O cálculo do Dieese considera apenas os empregos formais. Não leva em conta os autônomos, assalariados sem carteira ou trabalhadores com outras formas de inserção no mercado de trabalho que, eventualmente, recebem algum tipo de abono de fim de ano, nem os valores envolvidos nesses abonos. Valor médio de R$ 1.924 Segundo o levantamento, os 84,4 milhões de brasileiros que deverão receber 13º salário serão beneficiados com um rendimento adicional, em média, de R$ 1.924. Os…

MUTIRÃO:LIMPEZA DE GROTAS E CANAIS É O PRINCIPAL FOCO DO NOVO SECRETÁRIO DE OBRAS DE MARABÁ

A Convite do ministro Helder Barbalho,o engenheiro Antonio de Pádua,secretário de Obras de Marabá,assume cargo relacionado a   coordenação de infraestrutura do Ministério dos Portos.Francisco Edvan de Oliveira,coordenador geral da Secretaria Municipal de Obras (SEVOP).Assumiu o cargo de secretario de obras nesta segunda feira.Em entrevista ao Zeca News,Oliveira falou das primeiras ações como novo titular da pasta.Segundo ele já ocorreu reuniões internas,informando sobre a mudança de comando aos servidores.Oliveira garante que vai dar continuidade ao trabalho do engenheiro Pádua.A partir de agora com a chegada do inverno o foco principal será a limpeza das grotas.Ele afirma que já manteve contato com empresas que prestam serviço na prefeitura para realizar um mutirão nos canais em todos bairros de Marabá em um período de aproximadamente 45 dias.Oliveira afirma que as empresas acenaram positivamente após convocação para ação emergencial.Ele ressalta que essa é sua principal demanda logo de imediato.Nesta quarta feira,11/11 as 9 horas tem reunião com as empresas que vão participar do mutirão.A medida vai evitar que moradores cheguem em casa sem pisar em poça de lama,provocada pela água das chuvas,ou entupimento de valas.Oliveira informou que a grota criminosa para se ter uma ideia já esta com 80% da grota limpa,desde o local onde surge,até chegar na folha 23,onde a obra foi finalizada,depois da limpeza do canal principal,será realizado limpeza nos braços da grota O mesmo serviço vai ser feito no complexo liberdade,Bom Planalto na rua do Arame,e no Bairro da paz,com maquinas,e onde não tiver espaço o serviço será realizado manualmente

 

Compartilhe:

MARABÁ:(PR) PARTIDO DA REPÚBLICA INAUGURA DIRETÓRIO E DAR POSSE AO NOVO PRESIDENTE DIA 27

Faltando aproximadamente 11 meses para o pleito de outubro de 2016, o cenário ainda é de tímido quanto à sucessão em Marabá.No entanto os partidos estão preparando os diretórios municipais,a seis meses do pleito os candidatos deverão mostrar a cara e entrar  em campo.E Por falar em eleição,Partido da República (PR) enviou convite para a posse do novo presidente empresário Zeferino Abreu Neto (Zé Fera) e inauguração da sede do Diretório Municipal de Marabá.

Compartilhe:

Jornalista Sandra Moreyra, da Globo, morre no Rio

A repórter tinha 61 anos e lutava contra um câncer. Sandra tinha 40 anos de carreira e participou de grandes coberturas. A jornalista Sandra Moreyra, da TV Globo, morreu nesta terça-feira (10), no Rio de Janeiro. A repórter tinha 61 anos e lutava contra um câncer. Com 40 anos de carreira, Sandra participou de coberturas jornalísticas de importantes momentos do país como a morte de Tancredo Neves, o Plano Cruzado, o acidente radioativo em Goiânia, com Césio 137, a tragédia do iate Bateau Mouche, a Rio-92, a chacina de Vigário Geral e a ocupação do Complexo do Alemão. Em outubro, a jornalista anunciou no Twitter que descobriu que estava novamente com câncer. “Novamente estou sendo posta à prova. Mais um tratamento pra fazer. Eu amo a vida. E vou em frente”, postou ela. Carreira A repórter começou a carreira na Globo em Minas Gerais, na década de 1980. Logo depois, voltou para o Rio de Janeiro e passou a fazer reportagens para o RJTV, Jornal Nacional, Globo Repórter e Bom Dia Brasil. Entre 1999 e 2004, atuou na GloboNews na parte gerencial e administrativa do jornalismo. Sandra Maria Moreyra nasceu no Rio de Janeiro, em 28 de agosto de 1954, com jornalismo correndo nas veias. O avô, Álvaro Moreyra, era escritor, membro da Academia Brasileira de Letras, e dirigiu importantes revistas nos anos 1950, como Fon-Fon e Paratodos. Seu pai, Sandro Moreyra, fez história como um dos mais importantes cronistas esportivos do jornalismo brasileiro. Sua mãe, Lea de Barros Pinto, era professora. Sandra era casada,…

Vale apoia ações da Samarco desde o primeiro dia do acidente

A Vale, como acionista da Samarco juntamente com a BHP Billiton, tem atuado ativamente nas ações para garantir a integridade das pessoas afetadas pelo acidente ocorrido nas barragens de rejeitos de Fundão e Santarém, em Mariana (MG), no último dia 6. Nestes cinco dias, a empresa disponibilizou recursos humanos e materiais para auxiliar a Samarco nos trabalhos de resgate e remoção dos locais de riscos dos desabrigados pelo acidente. Cerca de 100 empregados estão diretamente envolvidos nas ações. As equipes ajudaram a Samarco na arrecadação de materiais necessários para os primeiros atendimentos aos desabrigados, além do cadastramento e da identificação de alojamentos na região. Foram acolhidas 631 pessoas em Mariana. Médicos, enfermeiros, assistentes sociais e empregados estão dedicados 24 horas no atendimento às vítimas. O Centro de Saúde da Mina de Alegria, que pertence à Vale e fica próximo ao local do acidente, também está disponível em tempo integral. Foram cedidos helicópteros e 30 mil litros de combustível aeronáutico, utilizados nas ações de resgate às vítimas nos distritos impactados, assim como três carros e duas ambulâncias. Um heliponto na Mina de Alegria foi liberado para as equipes de resgate. Seis especialistas em trekking da Vale também estão ajudando nas ações, assim como técnicos de prevenção e controle de perdas. Cinco caminhões fora de estrada (utilizados nas operações de mina), uma pá carregadeira e um trator estão fazendo o trabalho de enrocamento  do dique da barragem, que se rompeu. Um técnico da Vale, especialista em barragens, além de outros dois engenheiros geotécnicos, estão está em tempo…

PETROBRAS: REGIÃO SUL E SUDESTE DO PARÁ NÃO CORRE RISCO DE DESABASTECIMENTO

Uma fonte da base da Petrobras pediu para não ser identificada confirmou que Marabá e a região sul do Pará consomem hoje 3 milhões de litros de combustíveis por dia e vem de São Luiz do Maranhão pelo trem da Vale. Na refinaria em São Luiz não existe nenhum movimento de greve e os navios estão desembarcando normalmente o produto. Portanto não há nenhum indício de faltar combustível em Marabá e na região sul do Pará. A preocupação veio após a notícia de que A greve dos petroleiros já afeta 11 refinarias e 58 plataformas e unidades de serviços em todo o País, segundo balanço divulgado nesta segunda-feira, 9, pela Federação Única dos Petroleiros (FUP). A entidade, que coordena 13 sindicatos no País, avalia que a produção foi reduzida em 400 mil barris de petróleo por dia somente na Bacia de Campos, mas estima impactos também nos campos terrestres na Bahia, onde a metade da produção estaria comprometida. Representantes da federação se reuniram na manhã desta segunda com a Petrobras, mas decidiram continuar o movimento. Segundo a FUP, a mobilização afeta a produção em 49 unidades marítimas da Bacia de Campos, seis plataformas no Ceará, três unidades no Espírito Santo, além dos campos terrestres da Bahia, Rio Grande do Norte e Espírito Santo. Entre as refinarias, estão sem troca de turno desde o início do movimento 11 unidades, entre elas a Reduc (Duque de Caxias, RJ) e a Replan (Paulínia, SP), as principais. A pauta da Federação inclui a revisão do plano de venda de…

BR 155: REUNIÃO HOJE EM BELÉM PODE POR FIM AO BLOQUEIO QUE ENTRA PARA O SEGUNDO DIA

Os manifestantes que bloquearam a BR-155 em Eldorado dos Carajás, distante cerca de 100 quilômetros de Marabá, no sudeste paraense, voltaram a bloquear a rodovia as 6h da manhã desta terça-feira (10). Ontem eles haviam desobstruído o local às 18h, prometendo retornar com o movimento na manhã desta terça. Na manhã desta segunda-feira, cerca de sessenta pessoas, entre bancários, moradores e outros trabalhadores interditaram o quilômetro 99 da rodovia BR-155, em Eldorado dos Carajás. O protesto é motivado pela notícia de que a agência do Banco da Amazônia na cidade será desativada. Com isto, cerca de quinze funcionários perderão seus postos e, principalmente, a população não terá mais acesso a agência, uma das duas do município. A outra é do Banco do Estado do Pará (Banpará). Segundo Fernando Rodrigues, presidente da Associação Comercial do Município, o prédio do banco era alugado pela prefeitura e agora deverá ser devolvido por conta do fim do contrato. Ainda de acordo com Fernando, os manifestantes só irão desobstruir a via quando negociarem com representantes da Prefeitura e do Banco. O trânsito na via seguiu interditado nos dois sentidos durante todo o dia de ontem, provocando congestionamento de cerca de cinco quilômetros no sentido Marabá – Eldorado e 1,5 km no sentido contrário. Houve guarnições da Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal negociando com os manifestantes. Diante do impasse comerciantes fecharam a rodovia BR-155 na manhã desta segunda-feira por tempo indeterminado a dois quilômetros da cidade. Só liberam os pacientes que vem falar hemodiálise em Marabá. O clima ficou tenso…

Plano Nacional de Educação e a ideologia de gênero e orientação sexual

A Comissão de Educação da Câmara dos Deputados debate na terça-feira (10) a inclusão da “ideologia de gênero e orientação sexual” entre as diretrizes da Conferência Nacional de Educação de 2014 para aplicação do Plano Nacional de Educação (Lei 13.005/14). O debate foi solicitado pelos deputados Givaldo Carimbão (Pros-AL), Diego Garcia (PHS-PR), Flavinho (PSB-SP), Eros Biondini (PTB-MG) e Professor Victório Galli (PSC-MT). Um dos autores do pedido para a audiência, o deputado Eros Biondini (PTB-MG) argumenta que, quando o Plano Nacional de Educação tramitou no Congresso, deputados e senadores concordaram em retirar a questão de gênero e orientação sexual do texto, por considerá-la inadequada ao ambiente escolar. Biondini reclama que, apesar disso, o Ministério da Educação (MEC) não interferiu para que o texto da lei fosse cumprido na elaboração do documento final da conferência. “Não obstante tenhamos tido esse discernimento e essa decisão para elaborar o Plano Nacional de Educação, o MEC e também outros órgãos ligados ao governo acabaram por voltar com esse assunto, seja nos planos municipais ou estaduais de educação. Voltaram com essa terminologia de ideologia de gênero, enquanto nós tínhamos focado na luta contra todo tipo de discriminação, preconceito”. Integrante da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, a deputada Érika Kokay (PT-DF) critica.”O MEC segue a Constituição brasileira ao fazer isso. Todo fundamentalismo é intolerante, porque a liberdade da identidade de gênero é fundamental para a luta de direitos iguais para mulheres e homens”, pondera. Segundo ela, é necessário assegurar que aquele que nasce homem em corpo de mulher ou que…

Pastor ex-gay tem recaída e troca a esposa pelo cunhado em Rondônia

 
Um caso no mínimo inusitado chamou a atenção dos 78 mil habitantes de Cacoal, em Rondônia. Um homem de 36 anos se separou de sua esposa de 23 anos para ‘casar-se’ com o cunhado de 38.
Flávio Serapião Birschiner estava casado há dois anos com Ana Paula Rochinha Birschiner. O casamento parecia um conto de fadas até aparecer Pedro Rochinha Siqueira, irmão de Ana Paula, e até então melhor amigo e único confidente.
Pedro era conhecido na comunidade de Jardim Clodoaldo como um pastor íntegro e milagreiro. Em seus testemunhos se apresentava como ex-homossexual, e creditava ao espírito santo a reorientação de seu desejo sexual.
Ele que por oito anos se apresentou em boates gays sob o pseudônimo de Shirley Mac Lanche Feliz, depois de convertido virou o Pastor Rochinha. Com fama nacional por muitas vezes comparecer na qualidade de debatedor de temas ligados a ‘Religião & Sexualidade’ em programas de TV.
Ana Paula acredita que seu casamento se desfez pela constante recusa em praticar sexo anal com o marido. Ela revela que “ele era obcecado por sexo anal”. Ela ainda afirma que confidenciou isso ao irmão, que a apoiou. Ana Paula acha que seu irmão se valeu desta informação para oferecer ao marido um diferencial competitivo.
Flavio deu entrada na justiça em um pedido de guarda definitiva dos filhos gêmeos por acreditar que “é melhor um filho ser criado pelo pai e pelo tio do que por uma mãe solteira”. Via.
Reproduzido do site insonia

Compartilhe:

Não sabe o que é assédio sexual? Veja este vídeo

A youtuber Jout Jout explica, em menos de dez minutos, que o assédio sexual pode acontecer de formas escancaradas ou mais sutis

Na última semana, as discussões sobre assédio ganharam as redes por conta dos comentários com conotação sexual de que foi alvo uma participante do programa MasterChef Júnior, da TV Bandeirantes. Em resposta às mensagens, o coletivo feminista Think Olga lançou a campanha #PrimeiroAssédio, em que diversas pessoas, sobretudo mulheres, compartilharam episódios de abuso sofridos durante a infância e adolescência. Nesta terça-feira (27), a youtuber Jout Jout deu sua contribuição ao debate com um vídeo sobre a questão

 

 

 

 

Compartilhe: