Miele encontrado morto em casa

Morre aos 77 anos o ator, apresentador e produtor musical Luiz Carlos Miele Cartaz do show “Um Brasileiro Chamado Jobim”, de Luiz Carlos Miele e Leny Andrade André Durão/UOL O apresentador, ator e produtor musical Luiz Carlos Miele foi encontrado morto na manhã desta quarta-feira (14) em sua casa em São Conrado, Zona Sul do Rio de Janeiro. A mulher dele foi quem percebeu que ele havia morrido, após tentar acordá-lo. Segundo um funcionário que trabalha na produção de Miele, a família está aguardando a chegada da equipe médica. A causa da morte ainda não foi informada. Artista de múltiplos talentos, trabalhou com música, televisão, humor, teatro, entre outros. Na televisão, um dos seus últimos trabalhos foi em “Geração Brasil”, no papel de Jack Parker, em 2014. No mesmo ano, participou da competição Dança dos Famosos, no “Domingão do Faustão” e da minissérie “A Teia”, no papel do ex-senador Walter Gama. Miele nasceu em 1938 em São Paulo, onde começou a carreira como locutor de rádio. Iniciou a carreira profissional como locutor das rádios Excelsior, Tupi e Nacional. Em 1959, mudou-se para a cidade do Rio de Janeiro, onde conheceu o compositor Ronaldo Bôscoli, com quem formou a dupla Miele & Bôscoli, responsável pela pela direção e produção de diversos espetáculos. Atuante na bossa nova, foi um dos criadores do modelo de apresentação “banquinho e violão”. Como produtor, trabalhou com artistas como Roberto Carlos, Wilson Simonal, Agnaldo Timóteo e Alcione. Entre 1976 e 1979, apresentou “A Praça da Alegria”, na Rede Globo, substituindo Manuel de Nóbrega, que morreu em…

A ascensão e a queda da construtora CR Almeida

da Exame O empreiteiro paraense Cecílio do Rego Almeida construiu um império a partir do nada. Filho de um carteiro e de uma dona de casa, estudou engenharia e abriu sua construtora, a CR Almeida, no final da década de 50. Nas décadas seguintes, colecionou grandes projetos e certa polêmica. A CR Almeida virou uma das maiores empreiteiras do país ao construir rodovias e ferrovias durante o regime militar. Enquanto isso, nos anos 90 o empreiteiro foi acusado de encomendar grampos ilegais de antigos sócios e, no episódio mais conhecido, da grilagem de uma fazenda no Pará do tamanho da Bélgica e da Holanda juntas. Nas entrevistas que concedia sobre o tema, xingava desde promotores até ministros. Três anos antes de morrer de infarto em 2008, dizia que seu grupo, que incluía a construtora, uma empresa química e concessões rodoviá­rias, valia cerca de 5 bilhões de reais. Sete anos depois, o grupo CR Almeida continua dono de uma construtora e da empresa de concessões rodoviárias EcoRodovias — que juntas faturam 6 bilhões de reais ao ano. Mas os seis herdeiros de Cecílio têm, hoje, um grupo empresarial que vale muito pouco. Em setembro, os herdeiros colocaram o negócio à venda. Até o fim de outubro, data definida para que os interessados façam propostas, saberão se a participação na EcoRodovias e na construtora CR Almeida renderá algum dinheiro. É possível que o dinheiro seja suficiente apenas para pagar as dívidas. O processo de venda da holding Primav, que controla as duas empresas, está sendo coordenado pelos…

Lula diz que ‘pedaladas’ pagaram Bolsa Família e casas

O ex-presidente Lula disse nesta terça-feira, 13, que as “pedaladas fiscais” nas contas públicas cometidas pela presidente Dilma Rousseff em 2014 foram para garantir a continuidade de programas sociais. Lula fez a declaração durante um discurso para pequenos agricultores em São Bernardo do Campo, no ABC paulista. As informações são d’O Globo.

— Estou vendo a Dilma ser atacada por conta de umas pedaladas. Eu não conheço o processo, mas uma coisa, Patrus, que vocês têm que falar é que talvez a Dilma, em algum momento, tenha deixado de repassar o orçamento para a Caixa (Econômica Federal), porque não tinha dinheiro. E quais eram as coisas que a Dilma tinha que pagar? Ela fez as pedaladas para pagar o Bolsa Família. Ela fez as pedaladas para pagar o Minha Casa, Minha Vida — afirmou Lula, dirigindo-se ao ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias.

O ex-presidente voltou a criticar a oposição. Lula disse que “eles não se conformam” por ter perdido as eleições pela quarta vez. Continue lendo

Compartilhe:

Novo pedido de impeachment contra Dilma será apresentado na sexta, anuncia líder do PSDB

O líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (SP), adiantou que um novo pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff será protocolado nesta sexta-feira (16). A medida foi tomada após liminares concedidas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) nesta terça-feira (13) que suspenderam o andamento dos processos de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff com base no rito definido pelo presidente da Casa, Eduardo Cunha.

O pedido será apresentado em conjunto pelos juristas Hélio Bicudo, Miguel Reale Júnior e Janaina Pascoal. “As oposições aderiram a esses pedidos formulados pelos professores. Preferimos adotar uma postura de cautela, cumprir a decisão do STF e fazer uma única peça”, explicou o líder. Segundo Sampaio, qualquer decisão de Cunha aceitando o pedido apresentado por Hélio Bicudo poderia ser questionado no STF, uma que vez a peça foi posteriormente complementada por Miguel Reale Júnior.

O novo documento é fruto da junção dos aditamentos feitos anteriormente para cumprir a decisão do STF. A novidade no texto será a inclusão da manifestação de técnicos do Tribunal de Contas da União (TCU) no sentido de que as pedaladas fiscais continuaram a ocorrer em 2015. Continue lendo

Compartilhe:

MARABÁ:Salame entrega nova Creche a comunidade nesta sexta

Prefeitura de Marabá, por meio da Secretaria Municipal de Educação, entrega às 16 horas de sexta-feira (16), mais um Núcleo de Educação Infantil (NEI) para a comunidade. Localizada na Folha 6, a creche “Marluse Ferreira da Silva” tem capacidade para 240 crianças e conta com uma superestrutura para que as mães deixarem seus filhos enquanto estão no trabalho. Além das salas de aula, o Núcleo de Educação tem sala de informática, brinquedoteca, anfiteatro, recreio coberto, refeitório, entre outros ambientes, que permitem a realização de atividades pedagógicas, recreativas, esportivas e de alimentação, além das administrativas e de serviço. De acordo com Heide Castro, secretária-adjunta de Educação, os benefícios sociais da nova creche são diversos. “Os pais e as mães estarão deixando os filhos em um espaço adequado, amplo e acolhedor”, disse, complementando que com certeza o rendimento das crianças e da equipe será melhor. A creche atenderá crianças de 3 a 5 anos, as quais atualmente estão estudando em um prédio alugado pela Semed. “Esse novo espaço com as salas climatizadas, está todo mobilidade para atender as crianças da Folha 6 e adjacências”, informou a secretária adjunta. Orçado em R$ 1.262.755,33, o NEI “Marluse Ferreira da Silva” é um dos cinco com metodologia tradicional de construção, já que a maioria das creches que estão em construção é de metodologia Light Steel Frame (LSF), um sistema construtivo com elementos metálicos para paredes e coberturas, formados por quadros estruturais de perfis leves de aço zincado, fazendo com que a construção seja mais rápida. Outras No último mês de…

Saúde – Iniciativas da Fundação Vale contribuem para o fortalecimento da Atenção Básica no sudeste do Pará

A união de esforços entre a sociedade civil, setores público e privado está promovendo mudanças significativas na saúde de municípios como Canaã dos Carajás, Parauapebas e Curionópolis. A Fundação Vale firmou parcerias com as prefeituras dessas cidades no intuito de contribuir com as equipes da Atenção Básica no aperfeiçoamento da prática clínica, no trabalho de prevenção de doenças e de combate à desnutrição e à mortalidade infantil. Cerca de 150 profissionais da área e da gestão pública já passaram por capacitação este ano.

Desde que o Projeto Ciclo Saúde foi implantado em Canaã dos Carajás, todos os profissionais que atuam nas dez Unidades Básicas passaram por capacitação. Além de promover a qualificação das equipes da Estratégia de Saúde da Família (ESF), o projeto forneceu instrumentos e mobiliários para fins de aperfeiçoamento do diagnóstico, prática clínica e melhoria da qualidade do ambiente de trabalho. Nesta etapa, foram entregues 384 itens, entre instrumentos e móveis. O atendimento no setor de saúde mental também está recebendo investimentos. Os profissionais do Núcleo de Apoio à Família (NASF), da Atenção Básica e do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) passaram por capacitações e revisão de processos de trabalho.

Compartilhe:

Deputado cobra retomada do asfaltamento da Transamazônica

Em Novo Repartimento, deputado Beto Salame cobra do DNIT retomada do asfaltamento da Transamazônica O deputado federal Beto Salame participou, no último sábado, dia 10, ao lado de mais de duas mil pessoas, de uma grande manifestação na cidade de Novo Repartimento. O objetivo era reivindicar a retomada das obras de asfaltamento da Rodovia Transamazônica, que chegaram a iniciar, mas logo foram interrompidas. A pretensão dos manifestantes é manter interditada a rodovia até que o DNIT, órgão do Governo Federal ligado ao Ministério dos Transportes e responsável pela obra, garanta a retomada do asfaltamento. “Estou aqui para ser solidário a este povo que não aguenta mais sofrer com as condições precárias da Transamazônica. Nosso povo quer produzir, trabalhar e prosperar, mas nas condições, que há mais de 30 anos, está a rodovia isso é impossível”, disse Beto Salame, ao lado de lideranças locais, entre as quais Deusivaldo Pimentel e Dr. Alexandre. Enquanto intermediava as negociações com o DNIT, Beto Salame reiterou seu compromisso com a luta dos moradores das cidades servidas pela Transamazônica. “Meu mandato está, como sempre esteve, à disposição de quem luta pele desenvolvimento do interior do Pará e, em especial, da região do Carajás. Já estou cobrando um pronunciamento urgente por parte do DNIT e, em Brasília, vou fazer chegar ao Ministro dos Transportes nossa insatisfação e cobrar providências imediatas para atender esse povo trabalhador que luta para sobreviver e que merece todo o apoio”, finalizou Beto Salame. Até a manhã desta quarta-feira (14), os manifestantes mantinham interditada a Transamazônica enquanto aguardam…

Câmara vai realizar audiência pública para discutir poluição no Rio Itacaiúnas

Vereadora Vanda Américo solicitou durante a sessão ordinária desta terça-feira, 13, que o Legislativo Municipal realize uma audiência pública com representantes da Promotoria de Meio Ambiente, das secretarias de Meio Ambiente do Estado e Município e do Ibama,para discutir os efluentes que estão sendo lançados no Rio Itacaiúnas pelas emprseas do grupo JBS em Marabá.   Depois de as denúncias nas redes sociais e na imprensa,a empresa tentou tapar o sol com uma peneira ao colocar canos que escondem o lançamento dos efluentes diretamente no rio. “Como podemos assistir à matança de um rio tão importante quanto o Itacaiúnas sem nos posicionar de forma incisiva?”, questionou a vereadora.   Ela também alertou os demais colegas que o frigorífico e o curtume estão acabando com a vegetação de uma lagoa entre o rio e as empresas do grupo JBS. “Como nunca os fiscais da Semma se depararam com essa lagoa? Tenho certeza que esse Poder não vai se furtar de cumprir seu papel e abrir a discussão sobre um tema tão relevante e urgente”, disse Vanda, ao lembrar que no passado, há mais de dez anos, o vereador Miguelito já fazia denúncia sobre mortandade de peixes próximo ao local onde são lançados os efluentes do frigorífico.   O vereador Guido Mutran lembrou que ao lançar rejeitos sem o devido tratamento no Rio Itacaiúnas, a JBS está poluindo também o Rio Tocantins,as autoridades Devem estar tomando providências e devemos sim, Vanda, fazer um grande encontro com os agentes fiscalizadores. “Estão prejudicando toda a população de Marabá e…

Marabá:Deputado Apresenta moção na Alepa contra empresas da aviação civil

O deputado João Chamon(PMDB) Apresentou moção na Alepa na manhâ desta terça feira 13/10,denúciando as companhia áreas Tam e Azul ao Procon,Anac,Infraero,e Ministério da Aviação Civil.No documento o deputado afirma que as empresas se aproveitam da pouca oferta de voos,e da alta demanda de passageiros,para aumentar o preços das passagens,um verdadeiro abuso contra os usuários.Ele informa que recebeu denuncia de uma passageira,que comprou a o bilhete na Azul, e ficou revoltada porque e cancelaram o voo marcado no trecho Marabá Belém,e remarcaram para o outro dia,em cima da hora,a mulher simplesmente ficou sem resolver os compromissos na capital.E agora quem vai arcar com os prejuízos,questiona o parlamentar.Ele diz que não se pode  silenciar diante de tamanho desrespeito com a sociedade da região sul e sudeste do estado,praticado pelas empresas de aviação civil.As companhias prometeram voos extras para o período do círio e não  cumpriram.O objetivo do deputado Chamon é alertar as autoridades para sensibilizar as companhias aéreas Tam e Azul,a voltarem a fazer as rotas Marabá/Belém/Belém/Marabá por um preço justo.Os usuários que querem ir a Belém tem que primeiro ir a Brasilia.Esta medida causa transtorno para quem era habituado a fazer essa ponte aérea  no prazo de 45 minutos.

 

Compartilhe: