Uso do extintor de incêndio em automóveis e caminhonetes deixa de ser obrigatório

Depois de tornar obrigatório o uso do extintor ABC em veículos e adiar, por diversas vezes, a validade da medida, o Contran (Conselho Nacional de Trânsito) decidiu, nesta quinta-feira (17), que o uso do equipamento deverá ser facultativo no Brasil. A decisão valerá para utilitários e caminhonetes a partir da publicação da medida no Diário Oficial da União, o que deve ocorrer nos próximos dias. A obrigatoriedade permanece para veículos utilizados comercialmente para o transporte de passageiros e de cargas. A explicação do órgão para o novo entendimento é que, por 90 dias, foram realizadas avaliações técnicas e consultas sobre o tema. Segundo o Contran, fabricantes afirmaram que era necessário um prazo maior, de até quatro anos, para atender a demanda. Mas a justificativa, estava sendo dada pelas empresas há 11 anos, disse o órgão, em nota. O Conselho ainda argumenta que há risco de o equipamento ferir passageiros em caso de colisões e que, segundo dados da Associação Brasileira de Engenharia Automotiva, dos dois milhões de sinistros em veículos cobertos por seguros, 800 tiveram incêndio como causa. Desse total, apenas 24 informaram que usaram o extintor, equivalente a 3%. As inovações tecnológicas da indústria automotiva são outra justificativa para a nova determinação. Conforme o Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), elas aumentam a segurança contra incêndios, como o corte automático de combustível em caso de colisão e a localização do tanque de combustível fora do habitáculo dos passageiros. O Contran destaca, ainda, que o uso obrigatório do extintor não é mais realidade nos Estados Unidos…

STF proíbe doações de empresas para campanhas eleitorais e partidos

Ministros do STF votam sobre a inconstitucionalidade de doação de empresas para campanhas políticas MÁRCIO FALCÃO Por 8 votos a 3, o STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu nesta quinta-feira (17) que é inconstitucional o financiamento de empresas para campanhas eleitorais e partidos. A decisão tem potencial impacto nas disputas eleitorais, uma vez que as empresas são os maiores doadores de políticos e partidos, e já terá validade a partir das eleições municipais de 2016. O entendimento do Supremo deve ser usado pela presidente Dilma Rousseff para vetar a lei aprovada pelo Congresso na semana passada e que permite doações de empresas para partidos políticos, no limite de até R$ 20 milhões. Em meio à crise política, Dilma é pressionada por aliados a dar aval ao texto. A petista tem até o dia 30 para avaliar o projeto. Atualmente, a lei permite a doação de empresas e fixa o limite em até 2% do faturamento bruto do ano anterior ao da eleição. Nas eleições de 2014, mais de 70% do dinheiro arrecadado pelos partidos e candidatos veio de empresas. A ação que questiona a legalidade das doações foi apresentada pela OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e começou a ser julgada em 2013, sendo interrompida por duas vezes. A maioria dos ministros seguiu o voto do relator do caso, ministro Luiz Fux, defendendo que as contribuições de empresas desequilibram o jogo político, ferindo o principio da isonomia. Votaram nesse sentido os ministros: Rosa Weber, Cármen Lúcia, Marco Aurélio, Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli, além do ministro aposentado…

Eles não acreditam nos políticos

Tadeu Comerlatto Mas acreditam no quê? NO QUE ACREDITAM OS ELEITORES QUE NÃO ACREDITAM EM QUASE NADA? Muitas pessoas não acreditam nos partidos. Desconfiam… Não os querem com suas bandeiras tradicionais. Tampouco acreditam na maioria dos próprios políticos. E menos ainda nos candidatos. Não acreditam em política. Por quais motivos não acreditam? Talvez seja mais simples do que parece. 01. Do ponto de vista intelectual: Não vinculam a prática política com os problemas que vivem na vida cotidiana. 02. Do ponto de vista da experiência pessoal: Talvez tenham vivido demasiadas experiências políticas negativas causando-lhes frustrações. 03. Do ponto de vista emocional: É provável que se sintam enganados, desiludidos ou até traídos pela política em que já acreditaram. Antipolítica… Individualismo… Fragmentação social. Porém… Sempre há um porém. Realmente, não acreditam na política?… Será que não acreditam?… Será? Existe algo em que creem os que não acreditam em política. Sim. Eles acreditam em alguma coisa… No que poderiam acreditar?… Talvez seja mais simples do que parece. Causas… Eles acreditam em causas. MAS EM QUAIS CAUSAS?… As que cada um venha a considerar como boas causas. O líder precisa conhecê-las para agir acertadamente. E MAIS: Os que acreditam em causas, sempre estão dispostos a lutar por elas. Causas em que os incrédulos acreditam: Democracia Meio ambiente Diversidade sexual Vida dos animais Alimentação saudável Justiça social Igualdade de gêneros Preservação da água e do ar A liberdade A Segurança A família Legalização e uso de armas Valores religiosos Direitos humanos Valores… Valores… Valores Qualidade dos alimentos Os que não…

Alepa debate crise nos municípios em Sessão proposta pelo deputado João Chamon

Nesta quarta-feira (16), foi realizada uma Sessão Especial que debateu a crise pela qual os municípios paraenses estão passando. A Sessão foi no plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa) e contou com a participação de vários vereadores, mais de 70 prefeitos e representantes das prefeituras do Pará. O deputado estadual João Chamon (PMDB) foi o propositor do requerimento que solicitou a realização da Sessão. O chefe da Casa Civil da Governadoria, José Megale, esteve presente e levou secretários de Estado e técnicos das pastas de diversos setores para debaterem junto com os prefeitos a crise que eles se encontram. O presidente da Alepa, o deputado Marcio Miranda, fez a abertura do evento lembrando que o objetivo da Sessão foi buscar soluções, sem destacar bandeiras partidárias ou dar conotações políticas para a crise municipal. Durante a Sessão foram abordadas todas as demandas municipais, de ordem do governo federal e estadual, que estão ligadas a eixos que atingem diretamente a população, como por exemplo, saúde e educação. Em seguida, o deputado João Chamon subiu a tribuna e lamentou o motivo pela vinda de tantos prefeitos ao parlamento. “Poderia ser um dia de regozijo, por termos aqui presentes, em uma Sessão desta Casa, tantos prefeitos de municípios paraenses, não fosse a motivação desta corrida deles à capital. E nós, entendendo este momento e a gravidade do que eles têm a expor, nos somamos pela realização desta Sessão Especial”. Chamon destacou ainda, que o papel do parlamento é exatamente de ouvir e debater o melhor para…

MARABÁ:câmara promove debate sobre transporte coletivo

Nesta quarta-feira (16), a Câmara Municipal de Marabá (CMM) realiza sessão especial para tratar sobre o transporte coletivo no município. Foram convidados representantes das empresas que exploram o setor em Marabá, assim como representantes de órgãos de trânsito, prefeitura e Câmara.

O objetivo é levantar a situação do transporte urbano em Marabá e fazer encaminhamentos, como, por exemplo, novas linhas, melhores veículos no serviço e organização das linhas, para diminuir o tempo de espera nas paradas.

Todos os dias, 46 ônibus das empresas que exploram o serviço de transporte coletivo em Marabá transportam pelo menos 23,5 mil pessoas.O vereador Guido Mutran do(PMDB) membro da CPI realizada na câmara municipal, que investigou processo licitatório para entrada das empresas,em Marabá,afirma que CPI detectou que apenas uma empresa disputou o certame na época,o caracteriza que processo foi irregular.

Sobre esse ponto e outros, apontados pelos membros da comissão,o promotor Julio Cesar disse o MP vai se pronunciar dia 23 de setembro.O vereador Guido se reuniu ontem com os promotores Aline Tavares,e Julio Cesar onde denunciou o sucateamento da frota,a falta de transporte em muitos itinerários,e de paradas.Há locais locais segundo o vereador,onde o usuário fica ao relento esperando por horas o ônibus que muitas vezes nem passa.

Compartilhe:

‘Charlie Hebdo’ ironiza morte de menino sírio com charges polêmicas

Meses após um dos episódios mais chocantes do ano, o “Charlie Hebdo” voltou a se ver diante de polêmica. Desta vez, o semanário humorístico que foi alvo de um massacre em Paris fez uma capa mostrando o menino sírio Aylan Kurdi, morto na praia turca de Bodrum, com uma mensagem satírica dizendo que ele “fracassou a chegar à Europa” porque seria muçulmano. Mau gosto ou crítica certeira? Novas charges do ‘Charlie Hebdo’ dividem ?em, o menino que se tornou símbolo da crise migratória aparece morto na praia diante de um anúncio da rede de fast food McDonald’s, que diz “dois menus de criança pelo preço de um”. A legenda diz “Tão perto da meta”. Em outro cartoon, legendado com “A prova de que a Europa é cristã”, o menino aparece como uma figura martirizada como Jesus, com mensagens dizendo que “os cristãos andam na água e crianças muçulmanas afundam”. E, em outra, ele aparece com um personagem de um programa de TV infantil e a mensagem mostra “Bem-vindo à ilha das crianças”. Várias pessoas criticaram a atitude do semanário. Entre autoridades que condenaram a edição, o advogado Peter Herbert, diretor da Sociedade de Advogados Negros do Reino Unido, afirmou que o órgão abrirá uma medida contra o periódico. “O jornal é uma publicação racista, xenofóbica e ideologicamente falida que representa o decaimento moral da França”, escreveu no Twitter. À época do massacre, o jornal era criticado por fazer piadas em detrimento de fé islâmica. Alvo de um outro ataque anos antes, ele teve 12 colaboradores mortos por conta…

DISQUE DENÚNCIA:DIVULGA BALANÇO DO MÊS DE AGOSTO:TRAFICO DE DROGAS LIDERA COM 28% DAS 410 LIGAÇÕES SEGUIDO DE BARULHO E HOMICÍDIO CONSUMADO

No mês de Agosto o Disque Denúncia Sudeste do Pará recebeu 589 ligações, sendo 410 denúncias e 179 atendimentos
Central Disque Denúncia Marabá
No mês de agosto, os bairros mais denunciados foram:
1º Nova Marabá 40%
2º Belo Horizonte 9%
3º Cidade Nova 6%
Os crimes mais denunciados foram:
1º Tráfico de Drogas 28%
2º Barulho 19%
3º Homicídio Consumado 5%
Central Disque Denúncia Parauapebas
No mês de agosto, os bairros mais denunciados foram:
1º Rio Verde 14%
2º Cidade Jardim 11%
3º União 8%
Os crimes mais denunciados foram:
Barulho 34%
Reclamação de Produtos ou Serviços Defeituosos 11%
Tráfico de Drogas 8%
Continue colaborando. Denuncie! Sua informação é essencial. Anonimato garantido.

Compartilhe:

MARABÁ:Bolsa Família já atende normalmente

Após breve paralisação para aperfeiçoamento do Sistema de Internet, a fim de atender com mais celeridade os beneficiários, o Bolsa Família volta a funcionar normalmente em Marabá. De acordo com Priscila Veloso, coordenadora local programa, atualmente 30 mil famílias são atendidas e, para não haver prejuízo no atendimento, os usuários agendados nos dias em que o sistema não funcionou foram reagendados para atendimento na quinta e na sexta-feira, para não haver acúmulo de serviços. Entretanto, ainda de acordo com Priscila, tudo já foi normalizado.
O atendimento normal é feito às segundas, terças e quartas-feiras; na quinta e sexta ocorre o agendamento para novos atendimentos e trabalho interno.
Apesar da grande demanda, o atendimento tem tido a aprovação dos usuários, como Sônia Maria que disse ter sido bem tratada no órgão e de Maria Denis para quem o atendimento também é muito bom “Não tenho nada para reclamar, a gente chega, pega senha e é atendida. O espaço ficou maior e melhorou”. Na opinião de Eliane Sousa o atendimento é bom e “os funcionários são educados

Compartilhe:

SERRA LESTE:governo não autoriza licença e manifestantes ocupam PA 275 no sudeste do Pará

Após denunciar na ALEPA que o atraso na liberação licença esta provando caos na economia,e desemprego na região.Deputado Chamon  recebeu a garantia do secretario do meio ambiente que governo vai se pronunciar em dez dias sobre a licença ambiental.
 

Deputado João Chamon fez pronunciamento na tribuna da Assembleia legislativa na manha desta terça feira.denunciando a lentidão,do governo do Estado em relação a renovação da licença ambiental do projeto Serra Leste,em Curionópolis.

Esta postura do estado vem causando grandes transtornos e desaquecimento da economia local,e demissão em massa de funcionários do projeto.Hoje ocorreu protesto com fechamento na rodovia PA 275 em Curionópolis.

O Deputado pediu agilidade na renovação de licença ambiental para continuação do projeto Serra Leste.Em seguida se reuniu na sede da Secretaria de Meio Ambiente, com secretário Luiz Fernandes. Ele garantiu ao parlamentar que em até 10 dias vai dar uma resposta, sobre a liberação da licença.O Deputado Chamon afirma que vai tentar encurtar este prazo.
A rodovia foi bloqueada com pneus e pedaços de madeira, na altura do quilômetro 30. A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) está no  acompanhou o protesto
Um grande engarrafamento  quilométrico se formou na área, provocando  congestionamento
na pista.O bloqueio será por tempo indeterminado.
 

 

 

Compartilhe: