RONDON DO PARÁ: MP pede a prisão preventiva de acusados por abuso sexual contra criança

O Ministério Público do Estado, representado pela promotora de justiça de Rondon do Pará em exercício, Jane Cleide Silva Souza, apresentou no dia 8 de julho, pedido de prisão preventiva contra Francisco da Conceição Souza e Josias Souza Neto, pelo crime de estupro de vulnerável contra criança. Segundo apurado, a criança vem sendo abusada pelo avô e pelo pai, ambos alvo do pedido de prisão,e encontra-se sobre a proteção do Conselho Tutelar,não podendo retornar ao ambiente familiar, pois ainda está em situação de risco. As investigações começaram após a própria vítima ter procurado os conselheiros e relatado com detalhes os abusos que vinha sofrendo pelo pai e avô. Uma das razões para o pedido de prisão preventiva é o parentesco, que deixa a vítima a mercê dos envolvidos, que podem usar de suas condições de pai e avô para cometer os abusos. O pedido fundamenta-se também na possibilidade dos acusados fugirem ou atrapalharem a instrução criminal, constrangendo a criança a negar os fatos. A promotora de Justiça Jane Cleide destaca que a vida da criança está ameaçada, cabendo ao Estado assegurar minimamente a proteção a que faz jus, primeiro como pessoa humana; e segundo como “pessoa” em processo de formação, o que implica uma medida mais enérgica por parte do Poder Publico. “Temos elementos suficientes para afirmar que está demonstrada a materialidade, minimamente, do crime de estupro de vulnerável. De outro lado, existem indícios suficientes de autoria,pois em matéria de crimes contra os costumes, segundo entendimento pacificado nos tribunais superiores, a palavra da vitima tem…

PF faz buscas em imóveis de Collor, de políticos do PP e na BR Distribuidora

Os senadores Fernando Collor de Mello (PTB-AL), Ciro Nogueira (PP-PI) e Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE), além do deputado federal Eduardo da Fonte (PP-PE) e do ex-ministro Mário Negromonte (PP-BA), foram alvos de nova fase da Operação Lava Jato, deflagrada nesta terça-feira (14).

A BR Distribuidora, uma subsidiária da Petrobras, também foi alvo da operação.

A Polícia Federal cumpriu mandados de busca e apreensão nas residências de Collor em Brasília e em Alagoas. Os policiais também foram à TV Gazeta,afiliada da TV Globo no Estado nordestino, que pertence à família de Collor; ele é um dos principais acionistas.

O ex-presidente foi citado na delação premiada do doleiro Alberto Youssef como um dos beneficiários do esquema de corrupção na Petrobras. Ele também foi citado pelo dono da UTC, Ricardo Pessoa, em seu depoimento à Justiça. Continue lendo

Compartilhe:

Casos de HIV caem 35,5% e meta de tratar 15 milhões é atingida, diz Unaids Queda de novas infecções ocorreu entre 2000 e 2014 no mundo. No Brasil, número de casos subiu no mesmo período, segundo relatório.

No mundo, o número de novas infecções por HIV diminuiu 35,5% entre 2000 e 2014. É o que diz o novo relatório da Unaids, programa conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids, divulgado nesta terça-feira (14). Se, em 2000, a estimativa de novas infecções no mundo foi de 3,1 milhões, em 2014, essa estimativa baixou para 2 milhões. Com o título “Como a Aids mudou tudo”, o relatório destaca que o mundo conseguiu atingir a meta – que faz parte dos Objetivos do Milênio estabelecidos pela ONU em 2000 – de tratar 15 milhões de pessoas com HIV até o ano de 2015. O número foi atingido em março deste ano e corresponde a 41% de todos os adultos vivendo com HIV. “Ninguém acreditava que isso fosse acontecer”, diz Georgiana Braga-Orillard, diretora do Unaids no Brasil. Ao todo, 36,9 milhões vivem com HIV no mundo, segundo o documento. Aumento de novos casos no Brasil Já no Brasil, os novos casos aumentaram no mesmo período. Em 2000, estimava-se que o número de novos casos de HIV estava entre 29 mil e 51 mil. Em 2014, estimou-se entre 31 mil e 57 mil novos casos. Segundo Georgiana, o fenômeno de aumento de novos casos observado no Brasil também ocorre em outros países em que o combate ao HIV começou precocemente. “Como a maior parte dos países que começaram a resposta à epidemia bastante cedo, começa a haver mais casos de infecções. Existe uma nova geração que não viu os 30 anos de epidemia”, diz a diretora, acrescentando que,…

Icasa derrota o Águia de Marabá que continua sem vencer na Série C

Icasa finalmente conseguiu marcar os primeiros pontos na Série C do Brasileiro. Após seis jogos com derrota, a equipe venceu o Águia de Marabá por 2 a 0, no estádio Romeirão, neste sábado, em Juazeiro do Norte, pela sétima rodada da competição. No primeiro tempo, aos 29 minutos, Guido lançou Rodrigo Dantas que chutou forte para abrir o placar. Já na etapa final, Gaúcho, aos 8 minutos, cobrou bela falta e garantiu a vitória.

Com o resultado, o Icasa ainda segue na lanterna da Série C, mas agora com três pontos. Já o Águia permanece com os mesmos quatro pontos e ainda não sabe o que é vitória na competição. As duas equipes seguem na zona de rebaixamento.

Na próxima rodada, o Icasa vai enfrentar o ASA, domingo, dia 19, no estádio Municipal Arapiraca, em Alagoas. Já o Águia vai para mais uma partida fora de casa, dessa vez contra o Cuiabá, também domingo, mas a partir das 17h, na Arena Pantanal, em Cuiabá.

Icasa 1 x 0: Rodrigo Dantas 30′ 1º
Icasa 2 x 0: Gaucho (falta) 8′ 2º

Compartilhe:

Quatro ensinamentos do Dalai Lama

Dalai Lama: líder espiritual tibetano acaba de completar 80 anos de uma vida zen. Acompanhe agora quatro de seus ensinamentos:
1) Viva com a mente livre e o coração aberto
A meditação seria a chave para superar emoções destrutivas como medo e raiva — uma espécie de higiene emocional diária. E então, essa clareza seria usada para ajudar as pessoas ao nosso redor. “Cada um tem uma maneira de agir, mas todos nós precisamos agir agora para criar uma força pelo bem”.

2) Pratique a compaixão universal
Compaixão para qualquer um, em qualquer lugar. Nossa capacidade de pensar e de nos comportar gentilmente existe em nossa constituição biológica e pode desempenhar um papel importante em nossas vidas. “Cultivar a compaixão é o antídoto para o estresse e ansiedade do mundo moderno”.

3) Levante-se contra as injustiças
Ser compassivo não tem nada a ver com ser passivo. Os três pilares de uma “sociedade equitativa”, segundo o Dalai Lama, incluem equidade, transparência e prestação de contas — valores que requerem ação quando se lida com injustiça. Não se faz mudança só com solidariedade: é preciso falar, oferecer ajuda útil e procurar a raiz da corrupção para transformá-la.

4) Aja em prol da Humanidade
Para fazer o bem social, pessoas e empresas devem considerar o bem-estar de todos os cidadãos do mundo, e não apenas um pequeno grupo de interessados. É preciso reformular o modo como percebemos os lucros, riqueza e sucesso para incluir esse senso de altruísmo global.

Compartilhe:

Especial Matopiba Tchê

 

Os gaúchos que desbravaram a nova fronteira agrícola do Brasil
Agricultores deixaram tudo para trás rumo ao Norte e ao Nordeste, em uma saga que transformou a região em polo

Agricultores deixaram tudo para trás rumo ao Norte e ao Nordeste, em uma saga que transformou a região em polo do agronegócio

Por: Joana Colussi

Foto: Tadeu Vilani / Agencia RBS

Em busca de terras férteis e do sonho de mudar de vida, agricultores gaúchos deixaram tudo para trás em direção a uma parte pobre no Norte e no Nordeste. Anos depois, a saga transformou a região e consolidou a nova fronteira agrícola do Brasil: o Matopiba — sigla formada pelas iniciais de Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia.

A repórter Joana Colussi e o fotógrafo Tadeu Vilani percorreram 3 mil quilômetros nos quatro Estados para, além das histórias dos migrantes, mostrar aspectos sociais, econômicos, ambientais e estruturais da região, explicando como o Matopiba virou o quarto maior produtor de grãos do país.
Confira o especial Matopiba Tchê:h.clicrbs.com.br/especiais-zh/zh-matopiba-tche/

 

Compartilhe:

O futuro da Cosanpa

Segundo o presidente do Sindicato dos Urbanitários, a Cosanpa está sucateada e sem perspectivas de recuperação porque o governo não tem interesse em investir nessa melhora.

Na campanha para o governo do estado, em 2010, Simão deixou claro que sua vitória ensejaria a transferência do controle acionário da Cosanpa pra Sabesp. E só não cumpriu a promessa porque aquela companhia paulista foi submetida a semelhante processo de sucateamento, retirando dinheiro dos investimentos necessários e transferindo-o para os acionistas da Bolsa de Nova Iorque, resultando na crise braba que vive o abastecimento de água para grande parte da região metropolitana paulistana.

Diante desse quadro econômico/administrativo, é pouco provável que o acionista majoritário da companhia paraense ainda conte com a possibilidade de transferir a responsabilidade do comando à companhia de São Paulo. Da mesma forma, não há nada em PPA, LDO ou nas diversas leis
orçamentárias até aqui votadas qualquer indicativo do estabelecimento de uma política de investimento no abastecimento de água. A obsessão pelo estilo virtual de gestão é tão acentuada que uma obra milionária de embelezamento do Parque do Utinga encontra-se em andamento, lentamente, é verdade, porém melhor do que a ausência de qualquer gasto no melhoramento da captação, tratamento e abastecimento do dito “precioso líquido”.

Nesse ritmo, então, é legítimo compartilhar o temor manifestado pelos urbanitários em relação ao futuro da Cosanpa. Semelhante ao dado pela privataria tucana à Celpa, com consequências catastróficas sentidas até hoje. Lamentável!

Compartilhe:

DEBATE Plano Nacional de Outorga de Rádios

O senador Paulo Rocha(PT-PA) promove, hoje, o seminário “Conhecendo os Caminhos da Comunicação Popular” para Rádios Comunitárias e Rádios Educativas. Será às 9h, no auditório da Sudam, com o expositor diretor do Departamento de Acompanhamento e Avaliação de Serviços de Comunicação Eletrônica do Ministério das Comunicações, Adolpho Loyola. Ele vai falar sobre o Plano Nacional de Outorga que será lançado na terça-feira, 14, em Brasília, um plano simplificado para obter licença de rádios comunitárias e educativas. A Sudam fica na avenida Antônio Baena com a Almirante Barroso, em Belém do Pará.

Compartilhe:

CBF fará recurso e vê ‘chances’ de Neymar jogar início das eliminatórias

O secretário-geral da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Walter Feldman, afirmou que a entidade entrará com um recurso na Conmebol e na Fifa para tentar diminuir a pena do atacante Neymar, suspenso por quatro jogos após se expulso no jogo contra a Colômbia. A informação é da Folha de São Paulo.

O jogador cumpriu dois jogos da punição -contra Venezuela e Paraguai e precisa cumprir mais duas partidas. Com isso, ficaria fora dos dois primeiros jogos da seleção nas eliminatórias. O sorteio da competição está marcado para o dia 25 de julho.

“Vamos entrar com o recurso em breve na Conmebol e na Fifa. Nossa interpretação é que Copa de um continente não tem relação específica com as eliminatórias e Copa do Mundo”, disse Feldman. “Depois de tanto estudar o caso entendemos que a nossa chance é muito grande e boa”, acrescentou.

Compartilhe: