Prefeitura prepara ruas dos bairros Nossa Senhora Aparecida e Km 7 para pavimentação

A Prefeitura de Marabá deve concluir em 40 dias mais 8 quilômetros de vias asfaltadas no Bairro Nossa Senhora Aparecida – antiga Invasão da Coca-Cola. Nesta quarta-feira (17), as ruas 06, D, 15, 19, 23, 24, 25, Principal e avenidas Braga 1 e Braga 2, começaram a passar por compactação em fase de colocação de sub-base, fase que antecede a pavimentação asfáltica e que tem 25 centímetros de cascalho, para realização da base. Já na fase de base estão o Entroncamento, a Avenida Filadélfia e o Túnel de Acesso à Rodovia BR-222, devem ser as primeiras a ser pavimentadas. O administrador e encarregado da obra, Gebionito Parente Silva, informa que, assim que os trabalhos sejam concluídos nesses 8 quilômetros, será reiniciada a pavimentação de vias do Bairro Araguaia, antes conhecido como Invasão da Fanta. No Araguaia, as ruas 15, 16, 17, 19 e Gênesis serão as primeiras a receberem sub-base, base e camada asfáltica. Simultaneamente à realização de base e sub-base no bairro Nossa Senhora Aparecida, a prefeitura já deu inicio à drenagem da Rua D, Quadra Sul, no Bairro Quilômetro Sete, que também será pavimentada. Essas obras fazem parte de um pacote de pavimentação executado com a parceria da Vale, totalizando 32 quilômetros de asfalto, com drenagem, meio-fio e sarjeta, que beneficia os Bairros Araguaia, Nossa Senhora Aparecida e Quilômetro Sete, os quais, ao final terão, cada um, 17 ruas pavimentadas. Quanto ao canteiro central da Avenida das Torres, a prefeitura negociou com a Eletronorte a urbanização daquele espaço, com pista de caminhada, academia…

Marabá:

SALES BATISTA: líder da assembleia de Deus questiona Papel da Parada GayO Pastor Sales Batista comentou a respeito das últimas polêmicas envolvendo as passeatas gays, quando uma modelo nua apareceu representada de Cristo em São Paulo, “A família é a base de tudo. A única festa que Jesus compareceu foi a de um casamento com diferentes gêneros com o objetivo da procriação e resultasse no crescimento e no povoamento da terra”, declarou ele. “Nós respeitamos o direito de ir e vir, que está no Artigo 5.º da Constituição Brasileira, e todo mundo segue para onde quer”, disse.
Entretanto o Pastor Sales faz o questionamento a respeito especificamente do objetivo das paradas. “Já temos tantos gastos e despesas e discordo dessa passeata. Colocando na Av. Brasil em São Paulo tanta despesa, tantas pessoas que no final nos perguntamos: Por quê? Pra que? Em que isso ajudou a família? É uma interrogação que ninguém responde”, enfatizou.
Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) em São Paulo divulgou nota  com posicionamento contrário ao uso de símbolos religiosos durante a 19ª Parada do Orgulho LGBT, realizada no último dia (7).

A atriz Viviany Beleboni, de 26 anos, foi até o evento na capital paulista presa em uma cruz. Segundo a transexual “crucificada”, o ato foi realizado para “representar a agressão e a dor que a comunidade LGBT tem passado”. Ela foi fotografada por João Castellano, da agência Reuters e a imagem viralizou nas redes sociais. Viviany chegou a receber ameaças de morte.

Compartilhe:

Hospital Regional lança projeto “Qual o seu nome?”

Esta semana, o Hospital Regional do Sudeste do Pará “Dr. Geraldo Veloso”, em Marabá, deu início à campanha “Qual o Seu Nome?”, dentro do protocolo de identificação do paciente, que integra uma série de ações que buscam melhorar a segurança do paciente.

De acordo com a enfermeira Flávia Maura, do Núcleo de Qualidade e Segurança do Paciente (NQSP), essa identificação será feita por meio de uma pulseira branca contendo o nome do paciente, a data de nascimento e o número do prontuário.

Segundo a enfermeira, o objetivo desse protocolo é diminuir erros em relação à identificação do paciente, de modo que essa ação permanecerá durante todo o tempo em que o paciente estiver aos cuidados do hospital.

A identificação correta do paciente é o processo pelo qual se assegura ao paciente que a ele é destinado determinado tipo de procedimento ou tratamento, prevenindo a ocorrência de erros e enganos que o possam lesar.

O protocolo – por meio da campanha “Qual é o Seu Nome?” – foi apresentado aos gestores de todos os setores do hospital.

Compartilhe:

Chamon faz cobrança sobre o ‘sonho’ da Alpa

Para o parlamentar, Vale tem responsabilidades a fazer frente, quanto ao projeto A mineradora Vale deve respostas afirmativas, concretas e de responsabilidade social e econômica à sociedade de Marabá pela bolha de expectativas e projeções depois que o projeto Aços Laminados do Pará (Alpa) foi lançado em 2008. Esse foi o posicionamento do deputado estadual João Chamon Neto (PMDB) em pronunciamento contundente no plenário da Assembleia Legislativa do Pará nesta quarta-feira (17). O parlamentar teve apoio dos deputados Dirceu Ten Caten (PT), Sidney Rosa (PSB) e Luiz Sefer (PP). Para o parlamentar, a expectativa advinda da promessa da siderúrgica em Marabá, assim como o grande alarde produzido pela empresa nesse sentido, levou empresários de diversos setores a investirem em imóveis, ampliação de hotéis, restaurantes e compra de equipamentos sonhando com o impacto econômico da obra de grandes proporções. De outro lado, a população em geral, principalmente a camada mais pobre, dedicou tempo em cursos profissionalizantes na área industrial, na perspectiva do aproveitamento de mão de obra local na operação da indústria, assim como no polo metal-mecânico. Ocorre que desde então o projeto Alpa vem sofrendo seguidos adiamentos, na versão da Vale inviabilizado pela dificuldade de escoamento da produção, devido a navegabilidade apenas parcial no Rio Tocantins entre Marabá e Tucuruí. FRAUDE João Chamon começou seu pronunciamento afirmando que a ALPA é “A maior fraude de que Marabá foi vítima durante toda a sua história de mais de 100 anos”. Chamon fez um breve relato de todos os grandes empreendimentos que foram realizados na promessa da…

MARABÁ: Promotoria expede portaria e recomendação sobre participação de adolescentes na Expoama

  O Ministério Público do Estado do Pará (MPPA), por meio da promotora de Justiça de Marabá, Alexssandra Muniz Mardegan, no último dia 16 de junho, expediu Recomendação para direcionar a participação de adolescentes em exposição que será realizada no município. As regras foram estabelecidas através de portaria expedida pela promotora. A promotora reuniu com comerciantes e conselheiros tutelares para estabelecer ação de fiscalização de vendas de bebidas alcoólicas a crianças e adolescentes e autorização para participarem dos “shows” que ocorrerão na Exposição Agropecuária de Marabá (Expoama). Na ocasião foi entregue aos integrantes da reunião a Portaria nº 001/2009/Infância e Juventude, que trata da participação de adolescentes em grandes eventos e a Recomendação Ministerial nº 002/2015/9ªPJMAB que dispõe em pormenores sobre o cumprimento da portaria Além da promotora, marcaram presença na reunião representantes do Conselho Tutelar, agentes do Judiciário da Infância e representantes da Secretaria do Sindicato Rural. “Neste período de festas juninas e Expoama aumentam os índices de situações relacionadas a crianças e adolescentes consumindo bebida alcoólica. Portanto é preciso que os agentes e comerciantes fiquem atentos, até mesmo por conta da questão cultural, visto que os pais são coniventes com a situação”, orientou a promotora Alexssandra Mardegan. Uma das comerciantes presentes ressaltou que em muitas situações os pais compram bebidas para oferecer aos filhos menores de idade. A promotora ainda chamou a atenção para o fato de que a criminalização da venda de bebidas a menores é recente, daí a necessidade de orientação e fiscalização por parte de agentes e comerciantes. Sobre o…

Senador propõe a criação de comissão

O senador Jader Barbalho protocolou ontem, 17, junto à Mesa Diretora do Senado Federal, requerimento solicitando a criação de uma comissão temporária com o objetivo de avaliar a aplicação do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), nos estados e municípios. A Comissão será composta por cinco membros e suplentes e obedecerá aos prazos previstos no regimento interno do Senado. A comissão vai analisar as normas jurídicas previstas no estatuto para fundamentar as discussões sobre aumento da idade penal no Senado. Jader Barbalho quer evitar, segundo declarou em discurso feito em plenário, na última terça, 16, que os debates sobre a alteração do artigo 228 da Constituição Federal – que estabelece serem inimputáveis os menores de 18 anos, sujeitos às normas da legislação especial – sejam realizados de forma passional, ou seja, sem a discussão mais técnica e aprofundada sobre o tema. O senador defende a reavaliação do texto e aplicação efetiva do Estatuto da Criança e do Adolescente ao jovem que incorrer em conduta criminosa. Ele lembra que o ECA é uma norma infraconstitucional, ou seja, inferior às regras previstas na Constituição. Para Jader Barbalho, alterar a constituição não é a melhor saída para resolver o aumento da criminalidade praticada por menores de 18 anos. Para isso ele sugere o aperfeiçoamento do Estatuto da Criança e do Adolescente para prever novas medidas de reeducação e reinserção social de jovens infratores. Tramitam ao todo no Congresso Nacional 47 propostas para reduzir a maioridade penal ou alterar a forma de punição de adolescentes criminosos. “Apesar de…

Copa América/Chile 2015: Brasil cai diante da Colômbia

2ª rodada
Quarta-feira (18/06)
Grupo C: Brasil 0 x 1 Colômbia, 21:00.
Quinta-feira, Peru x Venezuela, 20:30

Segunda-feira (16/06)
Grupo A: Equador 2 x 3 Bolívia, 18 h, e Chile 3 x 3 México, 20:30.
Terça-feria (17/06)
Grupo B: Paraguai 1 x 0 Jamaica, e Argentina 1 x 0 Uruguai, 20:30
Classificação
Grupo A: Chile e Bolívia, 4 pontos; México, 2; e Equador, 0.
Grupo B: Argentina e Paraguai, 4; Uruguai, 3; e Jamaica, 0.
Grupo C: Venezuela, Brasil e Colômbia, 3; Peru, 0.

1ª rodada
Grupo A: (11/06) Chile 2 x 0 Equador. (12/06) México 0 x 0 Bolívia.
Grupo B: (13/06), Uruguai 1 x 0 Jamaica, 16 h, e Argentina 2 x 2 Paraguaia, 18:30.
Grupo C: (14/06) Colômbia 0 x 1 Venezuela, 16 h, e Brasil 2 x 1 Peru, 18:30.

Compartilhe:

Plenário rejeita cota de 15% para mulheres

O Plenário da Câmara dos Deputados rejeitou nessa terça-feira (16), por falta de votos, a emenda da bancada feminina á reforma política (PEC 182/07), do Senado, que garantia um percentual de vagas no Legislativo para as mulheres.

Foram apenas 293 votos a favor do texto, mas o mínimo necessário era de 308. Houve 101 votos contrários e 53 abstenções. “Fizemos uma grande mobilização através de nossa bancada feminina na Câmara dos Deputados tentando sensibilizar os colegas deputados sobre a importância da aprovação do texto aprovado no Senado. Entretanto, não tivemos o reconhecimento por parte de grande parte dos colegas, mas vamos continuar a mobilização junto à sociedade e ao Senado Federal para revertermos essa situação”, disse a Deputada Zenaide Maia.

A deputada concluiu agradecendo o apoio recebido: “Perdemos uma batalha mas não perdemos a guerra, declarou emocionada a Deputada Zenaide Maia, que teve uma atuação proativa e aproveitou para agradecer os colegas deputados do Rio Grande do Norte Fábio Faria (PSD) e Rafael Mota (PP) pela sensibilidade e reconhecimento da importância da mulher no parlamento brasileiro.

Não se trata, pois, de nenhuma aberração. “Estamos propondo uma regra bastante sensata e transitória que nos levará a um maior equilíbrio entre homens e mulheres nos legislativos. Depois, corrigida a grande distorção atual, a regra não seria mais aplicada mas as mulheres já teriam alcançado maior competitividade na política”, diz procuradora da mulher deputada Elcione Barbalho.

 

 

Compartilhe:

CULTURA: ESPETÁCULO “A CULPA É DAS ESTRELAS, OK” ENTRA EM CARTAZ EM MARABÁ

Peça fica em cartaz de quinta (18) a sábado (20), no Cine Teatro Marrocos. Peça traz o sucesso do livro e do filme para o teatro Marabá recebe a partir de amanhã (18) um dos espetáculos mais aguardados de todos os tempos. A peça teatral “A Culpa é das Estrelas, OK” vai retratar o sucesso do livro do escritor americano John Green que foi levado aos cinemas pelo filme homônimo, grande sucesso de bilheteria, público e crítica. A peça narra a vida de Hazel, uma paciente com câncer de dezesseis anos de idade, que é forçada por seus pais para participar de um grupo de apoio, onde posteriormente se encontra e se apaixona por Augustus Waters. Augustus vê a situação da doença de forma diferente de Hazel, que acaba mudando a vida dos dois de uma forma comovente e inspiradora. A peça em Marabá contará com cinco atores, que, segundo o diretor do espetáculo JC Rocco, foram escolhidos para se pareceram fielmente aos atores do filme, Shailene Woodley e Ansel Elgort (da sequencia de outro grande sucesso, Divergente). “O público jovem já identifica August e Hazel com os atores, então tivemos que selecionar atores para a peça parecidos com os do filme, para fidelizar mais a história”, conta o diretor. Segundo o produtor Cláudio Reis, é uma grande oportunidade de enriquecer a cultura marabaense que ainda engatinha na cidade. “Com certeza o público vai adorar ver os atores em cena, vivendo tudo aquilo que foi narrado no livro e no cinema”, diz ele. “Vai ser…

FRENTE PARLAMENTAR DA JUVENTUDE: Deputado Dirceu diz vem para fortalecer e integrar o desenvolvimento

A Frente Parlamentar para a Juventude teve seu lançamento oficial, nesta quarta, 17, às 14h, no auditório João Batista da Assembleia Legislativa do Estado do Pará (ALEPA). Com a presença Dos deputados Dirceu ten Caten (PT),Thiago Araújo (PPS), Luth Rebelo (PSDB), Miro Sanova (PDT),Lélio Costa (PCdo B),Cássio Andrade (PSB), Olival Marques (PSC), além de ongs, sociedade civil organizada, representante da Secretaria Nacional da Juventude, Conselho da Juventude do Pará entre outros. O objetivo da criação da frente parlamentar proposta pelo deputado Dirceu ten Caten, atual líder da bancada do PT na ALEPA, é que ela crie e desenvolva ações que contribuam para o fortalecimento, integração e desenvolvimento da Juventude do estado do Pará. É tarefa desta Frente, promover debates com o objetivo de elaboração de propostas, planejar ações que busquem o fortalecimento da juventude. A Frente Parlamentar da Juventude será composta por deputados e terá também a participação, como colaboradores, representantes das secretarias do estado, prefeituras municipais, câmaras municipais, OAB, Conselhos Tutelares, entidades representativas e Institutos de Ensino Superior. Além dessas participações, é assegurado também, a participação de representantes de movimentos sociais, lideranças municipais e todos os cidadãos interessados por esta causa. Para o deputado Dirceu, “os trabalhos desenvolvidos por esta frente Parlamentar são de suma importância para o desenvolvimento e criação de políticas públicas que poderão ser criadas a partir dos trabalhos desta frente”, destaca o líder do PT na ALepa. As atividades da Frente Parlamentar deverão ser publicadas no Diário Oficial.

Compartilhe: