MEC divulga resultado da primeira chamada do Sisutec

O Ministério da Educação (MEC) divulga hoje (7) o resultado da primeira chamada do Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec). Os candidatos poodem consultar na internet a lista dos aprovados. Os estudantes selecionados deverão fazer a matrícula nas instituições em que foram aprovados, a partir de amanhã (8) até sexta-feira (10). As aulas dos cursos terão início entre os dias 3 e 31 de agosto.

O Sisutec oferece vagas gratuitas em cursos técnicos em instituições públicas e privadas  de ensino superior e de educação profissional e tecnológica com base na nota no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Nesta edição, são ofertadas 83.641 vagas em 515 municípios de todos os estados e no Distrito Federal.

Compartilhe:

Cantora morre em acidente após ser lançada de carro

A cantora e tecladista Nayara de Araújo Ramos, de 18 anos, morreu na manhã de domingo (05-07) após ser lançada de um carro em um acidente de trânsito na TO-280, entre Natvidade e São Valério de Natividade. Segundo a Polícia Militar a jovem não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Segundo a tia da moça, Hildaci Francisco Araújo, três pessoas estavam no veículo no momento do acidente. Ela era a motorista e conta que o carro capotou após passar em um buraco na pista e furar o pneu dianteiro.

A tia diz que Nayara estava sem o cinto de segurança e foi lançada para fora do veículo. Ela conta que a cantora não quis colocar o equipamento. “Eu falei para ela colocar o cinto, mas ela não quis e ainda riu”, lamenta.

Além das duas mulheres, estava no carro o guitarrista Manoel de Jesus Souza, que também havia se apresentado na formatura. Ele sofreu ferimentos e foi levado para o hospital.

Compartilhe:

Marabá será polo de distribuição de combustíveis

Com previsão de inauguração para daqui a um ano e quatro meses em Marabá, onde vai construir um empreendimento avaliado em R$ 41 milhões, gerar 200 empregos diretos e indiretos e movimentar um bilhão de litros de combustível ao ano, a empresa Raízen, por meio de seus representantes, manteve reunião na última sexta-feira (3) com o prefeito João Salame e equipe. Será nos moldes do Terminal de Combustíveis de Rondonópolis, o terceiro construído pela empresa em Mato Grosso, desde que ela foi criada, em 2011, a partir da fusão entre as gigantes Cosan e Shell. A base vai funcionar na margem da Estrada de Ferro Carajás – Pátio de Manobras. A estrutura distribuirá gasolina, diesel, biodiesel e, eventualmente, etanol. O prefeito João Salame, em reunião com o gerente de Novos Negócios de Logística e Trading da Raízen, Luiz Felipe Saraiva, se colocou à disposição da empresa para a implantação do projeto. “Tudo o que vem ajudar no desenvolvimento da região é bem-vindo ao nosso município”, reforçou o prefeito. Vale dizer que os investimentos irão elevar a eficiência logística do suprimento de combustíveis para a região, por meio do transporte de diesel e gasolina procedentes da Refinaria de Paulínia (SP) e retorno para o mercado de São Paulo com biodiesel e etanol. A base de distribuição terá como diferencial a tecnologia e a alta performance no carregamento de produtos. O projeto foi concebido e executado pela engenharia da Raízen, mesclando as melhores práticas mundiais da Shell, com inovações desenvolvidas no Brasil. Sobre a Raízen A Raízen…

Marabá: Águia ainda não conseguiu vencer na Série C

Mais uma rodada sem vencer. Somando seis jogos sem vitória, o Águia de Marabá, está cada vez mais em situação ruim na Série C. Neste domingo (5), o azulão recebeu o ASA-AL, no estádio Zinho Oliveira. A partida foi finalizada em 2 x 1 para os visitantes.

O Azulão está na zona de rebaixamento, na penúltima colocação do grupo A, com apenas quatro pontos. No próximo sábado (11), ele enfrenta o Icasa-CE, o lanterna do grupo, que ainda não conseguiu pontuar.

Compartilhe:

ENTREVISTA: Deputado diz que VALE fica de fora do pacote de isenções do governo aprovado na ALEPA.

  E sobre as últimas leis aprovadas no parlamento estadual e sobre a frente parlamentar em defesa das políticas de juventude. O deputado estadual Dirceu Ten Caten, realizou entrevista para falar sobre as propostas que estão sendo realizadas e discutidas na Assembleia Legislativa do Pará, além da polêmica aprovação do governo estadual em isentar de impostos por 30 anos, grandes empresas paraenses, deixando de fora dessa isenção a Vale. As isenções foram aprovadas na época do governador Almir Gabriel e o Estado deixou de arrecadar cerca de R$ 30 bilhões que poderia ser investido na educação, saúde e na melhoria da qualidade de vida da população. Segundo o deputado Dirceu Ten Caten, a renovação dos incentivos fiscais da Vale só será feita agora por lei específica aprovada pelos deputados e uma das exigências é a verticalização do minério.   Dirceu ressalta que um dos projetos mais adiantados é o da Alpa e uma das condicionantes dos deputados paraenses João Chamon, Tião Miranda, e o próprio Dirceu Ten Caten e base aliada é a implantação do projeto Alpa. Apesar das incertezas ele disse que agora o sonho pode se tornar realidade. Confira a entrevista completa abaixo: P: Sobre a lei que estende de 15 para 30 anos os benefícios fiscais para 37 empresas em atuação no Estado, aprovada na AL semana passada, as isenções de empresas seriam ligadas aquelas pessoas que sempre estão apoiando ele em época de campanha. Isso gerou desconfiança em relação a essas isenções? De que forma isso foi enviado? Ainda se pode…

BETO SALAME PROPÕE AUDIÊNCIA PELA ALPA

A discussão sobre a implantação da ALPA, que esteve um tanto adormecida, volta a ganhar relevância nos próximos dias. Uma articulação do deputado federal Beto Salame (PROS) conseguiu fazer aprovar na Comissão da Amazônia, da Câmara Federal, a realização de uma audiência pública, em Marabá, para debater o assunto.  A ALPA é considerada estratégica para o chamado processo de verticalização da produção mineral e, uma vez implantada, vai permitir que Marabá produza ações planos, utilizados em diversos produtos da chamada “linha branca”, como fogões e geladeiras.  Com a ALPA, Marabá e o Pará vão viver a sua “revolução industrial”. Um Polo Metal-Mecânico, reunindo diversas indústrias da cadeia produtiva do aço, será a alavanca que falta para colocar a cidade e a região entre as mais desenvolvidas do País.  A proximidade em relação às jazidas de Canaã e Carajás, a abundância de água e, principalmente, o fato de ser atendida pelos quatro modais de transporte (rodoviário, aéreo, ferroviário e aquaviário), fazem de Marabá o destino ideal para a laminação do aço. O principal entrave para a implantação da ALPA, no que se refere à logística, é mesmo a conclusão da hidrovia Araguaia-Tocantins. Uma vez em operação plena, além de transportar grãos do Centro-Oeste, a hidrovia trará insumos para a ALPA e levará aços planos e produtos industrializados a ser escoados pelos portos de Belém ou Vila do Conde.  Mas, para concluir a hidrovia é preciso fazer a derrocagem do Pedral do Lourenção, fundamental para garantir a navegação permanente na região, obra que vem sofrendo com sucessivos…

MARABÁ: MINISTÉRIO PUBLICO QUER ANULAR DECRETO DE ÁREA PARA CONTRUÇÃO DE QUARTEL DA PM EM MORADA NOVA

  Gestão anterior pagou quinhentos mil reais as o imóvel supostamente desapropriado continua em nome do antigo proprietário A 11ª Promotoria de Justiça de Marabá, por meio do promotor de Justiça Júlio César Sousa Costa, com atribuição na esfera da improbidade administrativa, ajuizou ontem (30), Ação Civil Pública (ACP) que busca declarar nulo decreto de desapropriação por utilidade pública, emitido pela Prefeitura no ano de 2009, cujo objeto era a entrega de um imóvel para construção de um quartel da Polícia Militar, no distrito de Morada Nova, em Marabá, sudeste paraense. O referido quartel começou a ser construído em 2008, em imóvel particular. O proprietário, por sua vez, entrou com Ação de Reintegração de posse contra a empresa “EMTEL LTDA”, que iniciou as obras na referida propriedade, apesar do terreno não pertencer ao estado do Pará. A prefeitura de Marabá, na época dirigida pelo ex-prefeito Maurino Magalhães, emitiu decreto de desapropriação sobre imóvel onde se dava a construção do quartel e pagou ao proprietário o valor de 500.000,00 (quinhentos mil reais) em valores atuais, mas o imóvel supostamente desapropriado continua até esta data em nome do antigo proprietário. Após instaurar Inquérito Civil Público, o Ministério Público conseguiu averiguar, além do fato acima relatado, que o decreto n. 551/2009, foi publicado na data de 23 de dezembro de 2009, quando a prefeitura encontrava-se em recesso; que o referido decreto ainda teve com fundamentação a chamada “defesa do estado”, situação que não ocorreu na ocasião, eis que esta previsão legal é somente admitida quando o país esteja…

Marabá recebe mais médicos do Programa de Valorização à Atenção Básic

Marabá receberá esta semana mais dois médicos do Programa de Valorização da Atenção Básica (Provab). Os novos profissionais trabalharão na Unidade de Saúde da Família “Carlos Barreto”, em Morada Nova. Assim, o município contará com 19 médicos, sendo oito do Programa Mais Médico 11 do Provab. O Provab é um programa do Governo Federal que oferece qualificação para médicos por, meio de atividades práticas supervisionadas, e promove a ampliação do acesso à saúde para população. Os profissionais passam por um curso de especialização em Saúde da Família para melhorar a qualidade do atendimento na Atenção Básica, onde mais de 80% dos problemas de saúde podem ser resolvidos. A diretora da Atenção Básica do Município, Valdirene Duarte, explicou que os médicos serão deslocados para a USF “Carlos Barreto”, pois lá serão instaladas as Unidades de saúde da família. “Vamos colocar em funcionamento quatro equipes do Saúde da Família”, explicou. Cada equipe do Programa Saúde da Família (PSF) é composta por um médico, um enfermeiro, um técnico de enfermagem e um agente comunitário de saúde. “A visita é realizada casa a casa pelo agente de saúde, que identifica as necessidades. A prioridade de atendimento é dos acamados ou com necessidades especiais”, explicou Valdirene Duarte. Ela lembra ainda que “os bairros do outro lado da ponte do Rio Tocantins” eram desassistidos, mas, com os investimentos que tem sido feito pela prefeitura na área de saúde nos Bairros São Félix, Morada Nova, Murumuru e Vila Espírito Santo reduziu a demanda de atendimentos desses pacientes no Hospital Municipal. Atualmente, oito…

HIDROVIA:Novo edital do Pedral sai em agosto

Um novo edital para licitação do derrocamento do Pedral do Lourenço vai ser divulgado até o dia 30 de agosto deste ano. Foi o que garantiu o diretor de Infraestrutura Aquaviária do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, Valter Casimiro Silveira, durante reunião com a bancada federal do Pará e com prefeitos e empresários paraenses. Valter informou também que o derrocamento e consequente navegação na Hidrovia do Tocantins entre Marabá e Tucuruí foi novamente incluído no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal. A obra é parte da eclusa de Tucuruí e vai permitir o escoamento de produtos do Centro-Oeste brasileiro pelos portos da região Norte, principalmente pelo Pará. A reunião em Brasília foi mediada pelo ministro da Pesca e Aquicultura, Helder Barbalho, que se comprometeu em agilizar uma reunião, ainda esta semana, com o presidente do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), para tratar do licenciamento ambiental do projeto.   Para Jader Barbalho, a participação da Mineradora Vale no processo de licitação do Pedral do Lourenço ainda não foi esclarecida. “Eu passo a ter dúvidas sobre o real interesse da Vale em todo este processo,” alertou. Durante o debate, o ministro da Pesca, Helder Barbalho, foi informado de que o projeto oferecido pela Mineradora Vale ao governo federal vetava a navegabilidade de determinadas embarcações, sobretudo aquelas que deveriam ser utilizadas pela mineradora ao longo do canal. O diretor do Dnit, Valter Silveira explicou que o projeto apresentado pela Vale – elaborado por uma empresa de consultoria norte americana…

Bairro Nossa Senhora Aparecida ganha cara nova com obras de pavimentação

Nesta quarta-feira (1º) mais duas ruas foram pavimentadas no Bairro Nossa Senhora Aparecida, antigamente conhecido como “Invasão da Coca”, no Núcleo Nova Marabá.

As ruas asfaltadas foram a 26; foi concluída a pavimentação da Rua 23, que começou a receber massa asfáltica na segunda-feira (29); e iniciada a pavimenta da Braga II.

O responsável, pela obra Gebionito Parente Silva, informou que, paralelamente aos serviços de pavimentação, outra equipe está realizando e terraplenagem na Avenida Principal do Bairro Nossa Senhora Aparecida. “Estamos tratando da base e amanhã vamos prepará-la para receber o asfalto”, informou.

Além da Avenida Principal, a previsão é de que a equipe da empresa terceirizada que trabalha no local imprime nesta quinta-feira (2) a Rua 15, ou seja, faça a preparação da via para receber a pavimentação.

Compartilhe: