Em Marabá, nível do rio baixou, mas ruas continuam alagadas e mais de 300 famílias foram atingidas

Em Marabá, sudeste paraense, apesar do nível da água dos rio ter baixado nos últimos dias, ruas continuam alagadas e mais de 300 famílias foram atingidas.

Nesta terça-feira (27), caminhões do Exército e do Corpo de Bombeiros deram apoio na entrega de mantimentos para cerca de 120 famílias que estão em um dos abrigos montados pela prefeitura há quase um mês.

Ao todo, quatro mil colchões e mil kits com água potável, alimentos e produtos de higiene foram enviados pelo governo federal. O material vai ser distribuído em quatro alojamentos da cidade.

Compartilhe:

SINOBRAS apoia campanha “Burocracia para tudo”, da Endeavor

    No ar desde novembro de 2017, a campanha “Burocracia para tudo” continua contando com o apoio de empresas e pessoas físicas. Realizada pela Endeavor, que por meio de estudo concluiu que, no Brasil, os empresários precisam esperar cerca de 62 dias para operar legalmente, a campanha objetiva colocar o excesso de burocracia na pauta do poder público, mobilizando a sociedade e pedindo pela simplificação dos processos de abertura, regularização e fechamento de empresas nos municípios brasileiros. O Grupo Aço Cearense, ao qual a SINOBRAS pertence, é um dos apoiadores da campanha. A sua vice-presidente Comercial e Financeira, Aline Ferreira, é, inclusive, Embaixadora Endeavor. “O Grupo Aço Cearense sempre buscou um pensamento mais macro, visando gerar benefícios para o coletivo, por isso, aplaudimos e julgamos importante apoiar tão relevante iniciativa da Endeavor. Afinal, por que não estar junto e difundir uma campanha que incentiva o empreendedorismo no país, abreviando o caminho e o tempo para a abertura do próprio negócio e a realização do sonho de desenvolvimento que impulsiona o empreendedor?”, justifica Aline Ferreira. Qualquer pessoa pode aderir à campanha e pressionar os gestores públicos a darem uma atenção à causa por meio da assinatura de uma petição online no site do movimento (www.burocraciaparatudo.com.br). Abaixo, artigo da vice-presidente Comercial e Financeira do Grupo Aço Cearense, Aline Ferreira, sobre o assunto: Encurtar o caminho para o progresso   O excesso de burocracia que rege hoje a grande maioria dos processos no Brasil é um dos maiores obstáculos para o crescimento do país, sobretudo aquele que…

Voluntariado leva alegria e brincadeiras ao ambiente hospitalar

  Para quem está internado em um leito de hospital, receber tratamento humanizado faz toda a diferença. O ajudante de Pedreiro José Lira, de 25 anos, sentiu na pele a importância desse cuidado. O filho dele, de seis anos, ficou internado na UTI Pediátrica do Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), localizado em Marabá (PA), em fevereiro. O menino, que andava triste e não queria tomar banho, mudou de atitude depois da visita do grupo de voluntários “Pipoca e Maionese”, que levou alegria e brincadeiras ao ambiente hospitalar. “Antes de começar a brincadeira, meu filho estava chorando, triste, chamando pela mãe. Mas, depois ele ficou alegre, pediu até para tomar banho”, contou, José. “É legal que eles se divertem. A gente vê que quando começa a brincadeira, eles já ficam alegres, sorrindo”, completou. “Pipoca e Maionese” foi apenas um dos grupos de voluntariado que passou pela unidade no mês de fevereiro. Os pacientes do hospital receberam ainda a visita dos grupos “Amor em Ação”, “Filhos da Caridade” e “Médicos da Alegria”. As ações acontecem semanalmente, alternando entre Unidades de Internação, Unidade de Terapia Intensiva e brinquedoteca. Programa de voluntariado A coordenadora de Humanização da unidade, Caroline Nogueira, explica que o Programa de Voluntariado da Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, entidade gestora do HRSP, sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), tem se tornado maior a cada dia. “O objetivo inicial era melhorar a qualidade de vida dos usuários dentro do hospital, tornar o…

Inscrições abertas para o concurso do Banco da Amazônia

O Banco da Amazônia abriu, nesta terça-feira (27), edital do concurso público (concurso BASA) que oferta 551 vagas, sendo 46 para preenchimento imediato e 505 vagas para formação de cadastro de reserva. As vagas são para nível médio e superior nos estados do Pará, Roraima, Mato Grosso, Amapá, Amazonas, Tocantins, Rondônia, Acre e Maranhão. Do total, 5% serão reservadas para os candidatos portadores de deficiência e 20% para os candidatos negros ou pardos. Os salários são de até R$ 2.829,75, mais os benefícios como auxílio-alimentação no valor de R$ 1.317,73; auxílio-creche; possibilidade de exercício de funções gratificadas, participação nos lucros e resultados, possibilidade de participação em plano de previdência privada, entre outros. O concurso será coordenado pela Fundação Cesgranrio. Cargos – Técnico Bancário: 370 vagas abertas, que exige certificado de conclusão de nível médio e tem salário inicial de R$ 2.380,82, por jornada semanal de 30 horas. – Técnico Científico de medicina do trabalho: seis vagas na área, com requisito de curso de graduação de nível superior em Medicina e pós-graduação, com carga horária mínima de 360 horas, em Medicina do Trabalho, além de registro no CRM. O salário é de R$ 2.829,75, por jornada de trabalho de 20 horas semanais. – Técnico Científico na área de Tecnologia da Informação: 175 vagas, que exige graduação de nível superior de Bacharel em Ciência da Computação, Bacharel em Sistema de Informação, Gestão da Tecnologia da Informação, Bacharel em Tecnologia da Informação, Tecnologia em Bancos de Dados, Tecnologia em Processamento de Dados, Tecnologia em Rede de Computadores, Tecnologia em Gestão da Tecnologia…

INSS: prazo para prova de vida vence amanhã e não será prorrogado

beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que ainda não fizeram a prova de vida devem procurar uma agência bancária e realizar o procedimento até amanhã (28), sob pena de ter o pagamento interrompido. O prazo, segundo o diretor de Benefícios do INSS, Alessandro Ribeiro, não será prorrogado. “Amanhã é o prazo para as pessoas que não fizeram fé de vida [prova de vida] nos últimos três anos. Não tem como prorrogar mais”, disse, em entrevista ao programa Por Dentro do Governo, da TV NBR, da EBC. O período venceria em 31 de dezembro, mas, devido ao grande número de beneficiários que não realizou o procedimento em 2017, o prazo foi prorrogado. A comprovação é obrigatória para todos que recebem seus pagamentos por conta-corrente, conta poupança ou cartão magnético. Ribeiro lembrou que não é necessário ir a agências da Previdência Social – o procedimento é feito diretamente no banco em que o beneficiário recebe o dinheiro, mediante apresentação de documento de identificação com foto. Benefício bloqueado “Na hora do saque do benefício, a pessoa, estando presente no banco, aparece a informação de que o benefício dela está bloqueado. Ali mesmo, ela fala com o agente bancário, levando documento de identificação com foto, o agente bancário identifica, faz o documento dizendo que ela compareceu à agência bancária para fazer fé de vida e já desbloqueia o benefício”, explicou. Ainda de acordo com Ribeiro, dos mais de 34 milhões de beneficiários do INSS, entre 3 milhões e 3,2 milhões de pessoas ainda não haviam feito a…

MARABÁ: MPPA expede recomendação para que Detran disponibilize exames para pessoas com deficiência 27/02/2018

O Ministério Público do Estado do Pará, por meio da promotora de Justiça Lílian Viana Freire, expediu Recomendação Administrativa ao Departamento de Trânsito do Pará (Detran), devido à ausência de juntas médicas e periciais necessárias à expedição ou renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), para pessoas com deficiência no município de Marabá, sudeste Paraense. A medida tomada pretende garantir a regularização das normas médicas examinadoras e periciais junto ao Detran/PA, para que as pessoas que possuem algum tipo de deficiência obtenham o direito de dirigir, em cumprimento à Lei Brasileira de Inclusão (Lei 13.146/2015), na qual é assegurada igualdade de oportunidades nos direitos de todos, sem discriminação. Outra norma garantidora desse direito é a resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que estabelece que o exame de direção veicular para candidato portador de deficiência física será por prova especializada, realizada por comissão especial e o veículo adequadamente adaptado. Desde o mês de novembro de 2017 a promotora de Justiça Lilian Freire vem intervindo junto ao Detran para a regularização da oferta de exames necessários à obtenção ou renovação de Carteira Nacional de Habilitação por Pessoas com Deficiência, sem contudo a situação ter sido resolvida. “A conduta do Detran caracteriza procedimento discriminatório, injustificável e inaceitável às Pessoas com Deficiência, pois não concede a igualdade de oportunidades com as demais pessoas”, frisou Lílian Freire. A Promotoria de Justiça estableleceu o prazo de 20 dias para o Detran acatar e proceder de acordo com as normas já mencionadas, e ao término desse prazo, deverá enviar à Promotoria…

23ª BRIGADA DE INFANTARIA DE SELVA REALIZARÁ INCORPORAÇÃO 2018 DE 78 RECRUTAS QUE SERVIRÃO O HGUMBA E ORGANIZAÇÕES MILITARES

Serão incorporados ao todo na 23ª Bda Inf Sl 1028 (mil e vinte e oito) soldados.   O Comando da 23ª Brigada de Infantaria de Selva (23ª Bda Inf Sl) realizará a incorporação dos 78 (setenta e oito) novos recrutas que servirão no Hospital de Guarnição de Marabá (HGuMba) e nas organizações miltares (OM) do Quartel General Integrado (QGI): Companhia de Comando da 23ª Bda Inf Sl (Cia C/23ª Bda Inf Sl), 23ª Companhia de Comunicações de Selva (23ª Cia Com Sl) e 33º Pelotão de Polícia do Exército (33º Pel PE). A solenidade, que acontecerá nesta quinta-feira, dia 1º de março de 2018, às 08:00 horas, no pátio de formaturas do Comando da Brigada (Folha 23 – Quadra e Lote Especiais , s/n°, Nova Marabá), será presidida pelo General de Brigada Eugênio Pacelli Vieira Mota, Comandante da Brigada, e contará com a presença de familiares e amigos dos novos soldados. Em Marabá, também haverá formaturas de incorporação no 52º Batalhão de Infantaria de Selva (52º BIS), no 1º Grupo de Artilharia de Campanha de Selva (1º GAC Sl) e no 23º Batalhão Logístico de Selva (23º B Log Sl). A mesma solenidade ocorrerá nas outras guarnições da 23ª Bda Inf Sl: em Imperatriz/MA, no 50º Batalhão de Infantaria de Selva (50º BIS); em Altamira, no 51º Batalhão de Infantaria de Selva (51º BIS); em Itaituba, no 53º Batalhão de Infantaria de Selva (53º BIS) e em Tucuruí, no 23º Esquadrão de Cavalaria de Selva (23º Esqd C Sl). Serão incorporados ao todo na 23ª…

Pró-Saúde premia gestores do Hospital Regional de Marabá

Eu percebo uma relação de família em todos os setores do hospital, de um ver a necessidade do outro e sempre se dispor a ajudar. Por isso eu agradeço a todos que sempre me ajudaram, que sempre se propuseram a me orientar, me explicar”. Com essas palavras, o coordenador da Agência Transfusional do Hospital Regional do Sudeste do Pará Dr. Geraldo Veloso (HRSP), Gustavo Vieira, agradeceu ao prêmio que recebeu, em uma solenidade na instituição. Ele e mais outras três gestoras foram premiados na última sexta-feira, 23/2, quando ocorreu a quarta edição do Plano de Premiação Estruturado para Gestores, que homenageia os líderes de área com o melhor desempenho trimestral. A premiação, que é realizada desde o ano passado, avalia a evolução trimestral dos gestores, baseada em critérios como apresentação de indicadores no prazo, participação em treinamentos institucionais e nos Protocolos de Segurança do Paciente, envolvimento da equipe operacional nos processos sistêmicos e de gestão e desempenho na avaliação do RAG (Requisitos de Apoio à Gestão), ferramenta institucional da Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, gestora do HRSP por meio de contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). Além do coordenador da Agência Transfusional, completaram o “pódio” da quarta edição a supervisora das UTI’s Neonatal e Pediátrica, Thais Tonassi; e a supervisora da UTI Adulto, Sheila Macedo, respectivamente. As duas fizeram questão de ressaltar o empenho das equipes que coordenam no trabalho desenvolvido, o que, de acordo com elas, foi primordial para este reconhecimento. “Eu sei que é através de…

Navio “verde” construído a partir de iniciativa da Vale faz primeiro carregamento no Porto de Tubarão

Embarcação, a primeira de 32, emite entre 15% e 20% menos CO2 que os Valemaxes; Navios representam contribuição aos esforços internacionais para reduzir emissões e atingir objetivos do Acordo de Paris O primeiro navio mineraleiro VLOC (Very Large Ore Carrier) de segunda geração fez seu primeiro carregamento no Porto de Tubarão, em Vitória, no Espírito Santo. O Yuan He Hai, com capacidade de 400 mil toneladas, é o primeiro VLOC a entrar em operação de uma frota de 32 que vão atender o transporte transoceânico de minério de ferro, em especial na rota Brasil-China. Os novos VLOCs, mais eficientes e sustentáveis, foram construídos a partir de iniciativa da Vale, mantendo o transporte marítimo de cargas da empresa como um dos mais eficientes do mundo em emissões de gases de efeito estufa. Os novos navios emitem entre 15% e 20% menos gás carbônico que os Valemaxes, considerados de primeira geração e que já operam desde 2011. Os Valemaxes, projeto pioneiro da Vale, já emitiam 35% a menos CO2 em comparação aos capesizes, até então navios padrão para transporte de minério, com capacidade de carregamento de 180 mil toneladas.  O Yuan He Hai atracou no porto no último domingo, dia 25, e demorou um dia e meio para ser carregado antes de seguir viagem para a Ásia. O Yuan He Hai, o primeiro de uma frota de 32 novos VLOCs, é carregado no Porto de Tubarão (ES) Os demais 31 navios de 400 mil toneladas serão entregues aos armadores até o fim de 2019. Além desses, a Vale negocia contratos que resultarão na construção de novos navios de 325…

Ricos dos Estados Unidos pagam fortuna para receber sangue de jovens

As transfusões de sangue de jovens para pessoas mais velhas e endinheiradas tem provocado polêmica nos EUA. A Ambrosia, uma startup de biotecnologia sediada no Vale do Silício, na Califórnia, oferece o procedimento a homens e mulheres com mais de 35 anos que estejam dispostas a pagar até 8.000 dólares (cerca de 27.000 reais). A medida faz parte de um estudo clínico conduzido pela empresa com o objetivo de investigar os efeitos do plasma de jovens para prolongar a juventude. Entre os efeitos esperados com o tratamento estão a recuperação do vigor juvenil e a redução do risco de doenças associadas ao envelhecimento. A promessa faz sucesso entre quarentões, cinquentões e sessentões milionários. Em uma infusão, o voluntário recebe cerca de 1,5 litros de plasma proveniente de pessoas com idade entre 16 e 25 anos. A estratégia foi inspirada em estudos realizados em ratos que demonstraram benefícios significativos em roedores de idade avançada que receberam transfusões de plasma de animais mais jovens. Porém, a ausência de pesquisas científicas que comprovem esses benefícios em humanos e os riscos envolvidos causam controvérsia. Sangue de jovens Para entender em detalhes o que está acontecendo hoje nesses laboratórios é preciso voltar ao passado. No século 19, um cientista francês chamado Paul Bert fez uma descoberta ao mesmo tempo fascinante e espantosa. Ele fez costurou duplas de roedores para que compartilhassem o fluxo sanguíneo e pudesse observar o resultado. Os camundongos mais velhos começaram a mostrar sinais de rejuvenescimento: melhor memória, mais agilidade e uma cicatrização mais rápida. Muitos anos…