NOVO SECRETÁRIO DE SAÚDE DIZ QUE MISSÃO É PRESTAR SERVIÇO EFICIENTE E CÉLERE AO CIDADÃO

  Assumiu recentemente a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o secretário Marcone Santos, ocupando a pasta que antes pertencia a Marcone Leite. Em entrevista exclusiva ao ZecaNews, o advogado por paixão, como ele observa, conta que iniciou os trabalhos em 2018 com a fase de coleta de informações as quais ele irá necessitar para iniciar um planejamento de ações da pasta. “Tenho reunido com todos os setores, diretorias e coordenações, coletando informações que vou necessitar no início, para que seja feito um planejamento em 2018”, explica Marcone, acrescentando que deu um prazo para os setores realizar o levantamento das informações, a respeito de estrutura física dos postos, material humano, demanda reprimida, especialidades que já estão em curso e que precisarão futuramente. Como já desenvolvia um trabalho de assessoramento nos municípios, o novo secretário reconhece a importância de manter o programa de saúde da família e atenção básica como prioridades. “Sabemos da relevância e impacto mais eficiente que o trabalho da saúde da família causa para o município. É de extrema relevância para administração”, considera. Sobre a forma de gerir, Marcones enfatiza que a missão é levar o serviço com competência e agilidade. “É uma atividade destinada ao cidadão. Entregamos serviços. É um retorno daquilo que a gente contribui e a nossa missão maior é cumprir com aquilo que o cidadão precisa de forma eficiente e com maior celeridade possível”, conclui. Carnaval Para o período de carnaval, que inicia neste sábado (10) e segue até a terça-feira (13), Marcones já demandou equipes para prestarem o suporte…

Pacientes participam de arrastão carnavalesco no Hospital Metropolitano

Máscaras, serpentina, confete e muita alegria. Esses foram os ingredientes da tarde carnavalesca que pacientes e acompanhantes do Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE) tiveram nesta sexta-feira, 9/2. Colaboradores e residentes multiprofissionais da unidade localizada em Ananindeua (PA) promoveram um arrastão de Carnaval nas clínicas de internação para levar alegria e descontração aos usuários. Profissionais de Terapia Ocupacional, Psicologia, Enfermagem e Farmácia percorreram as enfermarias com um trio elétrico estilizado em um carrinho de medicação. Na decoração, muito brilho, máscaras e serpentinas. A trilha sonora incluiu marchinhas de velhos carnavais. Paciente da Clínica Ortopédica, Orivaldo Furtado Ferreira, está internado no Metropolitano desde o dia 1/2, após ser atropelado por um motociclista em Barcarena (PA). ‘Estou aqui porque Deus colocou as mãos dele e não quis que eu fosse embora. Da maneira que fui atropelado, todo mundo, até mesmo o médico, ficou admirado em ver a situação em que estou hoje, recuperado”, contou. Orivaldo elogiou o arrastão de Carnaval e destacou a alegria de poder desfrutar deste momento, quando se recupera de um acidente grave. “Essa atitude de vir aqui por alguns instantes merece parabéns. Vocês estão dando alegria para quem está se recuperando aqui”. Otimista, ele já pensa na volta para casa. “Daqui para frente as coisas vão melhorar”, afirmou. Além do arrastão de Carnaval, a unidade gerenciada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) promoveu uma oficina de máscaras para os pacientes infantis da Clínica Pediátrica e uma…

Hospital Regional de Marabá promove caminhada por trânsito seguro em Palestina

Às vésperas do Carnaval, os cuidados no trânsito devem ser redobrados. Este foi o alerta do Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP) aos moradores de Palestina do Pará, durante uma caminhada pela avenida principal do município. A ação fez parte da programação da sétima edição do ‘Direção Viva: você consciente, trânsito mais seguro!’, uma iniciativa da Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar para ajudar a reduzir o índice de acidentes de trânsito na região. Dona Claudete Lima, de 38 anos, foi para a porta de casa para ouvir as dicas de segurança que eram dadas por profissionais do hospital em um carro de som. ‘Já vi muita gente morrer porque sofreu acidente e estava sem o capacete. Eu mesma tenho medo que isso aconteça com a minha família, porque andamos de moto sem capacete. Meus filhos pedem emprestado quando vão para a roça, mas, na cidade, dirigem sem ele. Tem que arrumar um para prevenir, né?’, admitiu a dona de casa. Segundo a secretária de Saúde do município, Suele Pantoja da Silva, além da falta de capacete, por questões culturais, é comum ver adolescentes pilotando motocicletas nas ruas da cidade. ‘O hospital é referência em atendimento de acidentados, então, quando faz essas ações, ajuda a conscientizar a população sobre esses riscos’, comentou ela. Além da caminhada, nesta edição, o programa ‘Direção Viva’ levou informações para estudantes da Escola Municipal 21 de Abril, orientando-os sobre as principais sequelas desses traumas e seus impactos sociais, econômicos e psicológicos na vida…

Programação de carnaval do Hospital Galileu sensibiliza usuários para trânsito seguro

Humanização e prevenção foram o foco da programação especial de carnaval do Hospital Público Estadual Galileu, em Belém (PA), realizada nos dias 6 e 7/2, na unidade. Com palestras que chamavam a atenção para a importância de não misturar álcool e direção, representantes da Associação Paraense de Motociclistas (Aspamoto) e da Fundação Centro de Hemoterapia e Hematologia do Pará (Hemopa) estiveram no hospital para sensibilizar usuários e acompanhantes. O professor de História, Alessandro Santos, de 37 anos, que está internado na unidade há cinco dias, após ter sido baleado no braço esquerdo durante uma tentativa de assalto em sua casa, em Castanhal (PA), achou interessante a proposta de falar sobre atenção no trânsito próximo aos festejos do Carnaval. “As pessoas, em geral, parecem achar que carnaval e responsabilidade não cabem na mesma frase. Então, aumentam os índices de acidentes, criminalidade, e é importante alertar para isso”, disse Alessandro. Para o diretor-geral do Hospital Galileu, Saulo Mengarda, a programação vem reforçar o trabalho que é desenvolvido ao longo do ano inteiro pela unidade, que é 100% SUS, gerida pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). “Desenvolvemos programas como o ‘Direção Viva’ que alerta para a importância do trânsito seguro, de dirigir de forma consciente, sensibilizando e alertando por meio de panfletos e palestras. Acreditamos que isso faz parte da nossa missão, que é cuidar de vidas”, afirmou. Musicoterapia Além das palestras, um grupo de musicoterapia animou o dia dos usuários. Tratava-se…

Projeto Educacional da SINOBRAS premia filhos de colaboradores pelo bom desempenho escolar

Durante o mês de fevereiro, pelo oitavo ano consecutivo, a SINOBRAS realiza, as inscrições e seleções para o Projeto Educacional, iniciativa que homenageia e premia os filhos dos colaboradores que tiveram um bom desempenho escolar durante o ano letivo anterior. A empresa compreende que o bom ambiente familiar também interfere em um melhor rendimento e motivação por parte da equipe no trabalho. A premiação acontece no próximo dia 28 de fevereiro.

Compartilhe:

Vale realiza campanha de segurança ferroviária no Carnaval

O trabalho preventivo é realizado o ano inteiro e intensificado em períodos festivos. O objetivo é sensibilizar e conscientizar a população para a convivência segura com a ferrovia “Seja nota 10 no quesito segurança”. Este é o tema da campanha deste ano, que a Vale realiza sobre segurança ferroviária no Carnaval. O objetivo da ação é sensibilizar a população para a  convivência harmoniosa com a ferrovia e reforçar a importância de se adotar comportamentos e atitudes seguros nas proximidades da linha férrea. No Carnaval, há um fluxo maior de pessoas pelas vias, o que requer maior atenção e cuidado nos cruzamentos com a Estrada de Ferro Carajás (EFC). Neste período, a Vale reforça a entrega de materiais educativos nas abordagens feitas pelas equipes em campo, que visitam escolas, comércios  e bares ao longo da ferrovia no Pará e no Maranhão.   Além da atuação das equipes, a campanha envolve a divulgação de mensagens de segurança nas mídias, nos informativos oficiais da Vale, no trem de passageiros e nas redes sociais da empresa. É um trabalho constante de prevenção ao longo do ano e intensificado  em períodos festivos, a exemplo das férias escolares e das festas do final do ano, assim como no carnaval.   Perto da ferrovia é preciso redobrar a atenção e jamais atravessar quando o trem estiver vindo. É importante parar, escutar e sempre olhar para os dois lados antes de cruzar a ferrovia. Este cuidado merece ainda mais atenção porque um trem, diferente de um carro leve, pode percorrer até 1.000 metros…

Hospital Regional de Marabá orienta sobre segurança no trânsito em Palestina

Nesta sexta-feira, 9/2, o Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP) realizará a sétima edição do programa ‘Direção Viva’ para alertar a população sobre as sequelas dos acidentes de trânsito, em especial na época de Carnaval, quando os riscos aumentam. Desta vez, a ação ocorrerá em Palestina do Pará, um dos 22 municípios de abrangência da unidade. A iniciativa é promovida pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, que gerencia seis unidades públicas de saúde no Pará, sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), sendo uma delas o HRSP. A programação contará com uma palestra sobre as consequências desses traumas, no galpão principal da Prefeitura Municipal de Palestina, e uma caminhada pela Avenida Magalhães Barata. Direção Viva Desde 2016, o programa ‘Direção Viva: você consciente, trânsito mais seguro!’ é realizado pela Pró-Saúde. As orientações são repassadas a usuários, colaboradores, estudantes e comunidade em geral a partir de rodas de conversa, palestras e blitze educativas. O objetivo é disseminar a informação sobre o impacto dos acidentes de trânsito na sociedade, bem como, formar multiplicadores no processo de combate à insegurança no trânsito.   Atendimentos O Hospital Regional de Marabá é referência em atendimento de trauma de média e alta complexidades para 22 municípios da região. Em 2017, a unidade atendeu 1.884 vítimas de acidentes de trânsito, uma redução de 22% em relação ao ano anterior, quando foram registrados 2.401 atendimentos. Destes, 90% foram de motociclistas (1.712 pacientes), os 10% restantes envolveram carros (172 pacientes). Cerca de 51,38%…

Hospital Metropolitano promove arrastão de Carnaval em clínicas de internação

Os pacientes internados no Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), localizado em Ananindeua (PA), participarão de programação alusiva ao Carnaval nesta sexta-feira, 9/2, a partir das 14h30. Um arrastão carnavalesco nos corredores das clínicas de internação promete movimentar a tarde na unidade especializada no atendimento a trauma e queimados. Profissionais de Terapia Ocupacional e Psicologia, além de voluntários, percorrerão os corredores da unidade com um “trio elétrico” estilizado em um carrinho de medicação para levar música de Carnaval e alegria aos pacientes e acompanhantes. Dez voluntários da Trupe de Palhaços Curativos participam da atividade. Na Clínica Pediátrica e no Centro de Tratamento de Queimados (CTQ), os pacientes infantis usarão máscaras carnavalescas confeccionadas em uma oficina realizada por terapeutas ocupacionais do HMUE. O Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE) é uma unidade de saúde pública gerenciada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). A unidade possui 198 leitos e é referência no tratamento de queimados para a região Norte, além de ser o maior captador de doação de órgãos e tecidos no Estado do Pará. Em 2017, o HMUE atendeu a  4.313 pacientes vítimas de acidentes de trânsito. Foram 1.799 atendimentos a vítimas de acidentes de motocicleta, 1587 vítimas de colisão, outros 755 atendimentos a pacientes vitimados por atropelamentos e 172 em decorrência de acidente de bicicleta. O número total referente a pacientes vítimas acidentes de trânsito é 23,62% menor que o registrado em 2016, quando o HMUE recebeu 5.467 pacientes…

Celpa alerta para a segurança com a rede elétrica durante o Carnaval

Para evitar acidentes com a rede elétrica nesse período de Carnaval, os foliões precisam ter atenção redobrada. Os cuidados merecem grande atenção para que imprevistos sejam evitados. De acordo com a Celpa uma das maiores causas de acidente ainda está relacionado ao contato das pessoas que ficam em cima dos trios elétricos com a fiação localizada nas vias públicas. O executivo da área de segurança da Celpa, Alex Fernandes, explica que é fundamental tomar algumas precauções durante a organização dos blocos que saem acompanhados de trios elétricos ou carros-som. “Orientamos aos foliões e aos organizadores, sobretudo, que essas estruturas móveis mantenham distância considerável da fiação elétrica. No mínimo de dois metros dos fios, para evitar que as pessoas situadas em cima do veículo sofram acidentes, que muitas vezes podem ser fatais”, alerta Alex. Vale ressaltar também outra recomendação em relação à materiais como serpentinas de papel ou metálicas, assim como jatos de espumas ou de água. Essa combinação com a rede elétrica jamais deve acontecer para evitar risco de choque elétrico. Em caso de colisão entre carros e postes, provocados por motoristas alcoolizados, não se deve tocar ou se aproximar dos cabos caídos no solo e das partes metálicas dos veículos para evitar choques. As decorações e alegorias, comuns nesse período carnavalesco, também merecem atenção. As mesmas não devem ser fixadas em postes ou em redes elétricas. Nunca a população deve tocar ou levantar os cabos de baixa/média tensão, mesmo se estiver usando luvas isolantes. A rede elétrica só pode ser manuseada por profissionais da…