Tarifa de energia pode subir até 3% com venda da Eletrobrás

O processo de privatização da Eletrobrás terá impacto entre 2,42% e 3,34% nas tarifas do energia pagas pelo consumidor, aponta um estudo da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A análise foi realizada a pedido do Ministério de Minas e Energia (MME), com base em algumas das premissas que o governo vai adotar na reforma do setor elétrico. Esse impacto considera que toda a energia produzida por 14 hidrelétricas da companhia – hoje remunerada pelo custo – passará a ser vendida a R$ 250 por megawatt-hora (MWh), um modelo que tem sido chamado de “descotização”. Essas usinas têm garantia de cerca de 8 mil MW. O Ministério de Minas e Energia quer que essa transição ocorra em três anos. Um terço da energia seria descotizada em 2019, um terço em 2020 e um terço em 2021. Nos cenários analisados pela Aneel, há estimativas que consideram que a energia seria comercializada a R$ 150 e a R$ 200 por MWh, em que o impacto tarifário seria menor. O Estadão/Broadcast apurou, no entanto, que o efeito tarifário pode ser ainda menor, pois o estudo levou em consideração o risco hidrológico médio do setor, e não o atual, que está em um nível muito elevado. Risco hidrológico é o aumento do custo de geração de energia por causa de períodos de seca. Além disso, a disputa nos leilões de energia poder reduzir ainda mais o impacto ao consumidor. Em agosto, a Aneel havia estimado um impacto bem mais alto para a descotização da energia das usinas da Eletrobrás,…

Inglesa diz que fugiu para o Pará após ser escravizada sexualmente

Uma inglesa identificada como Ayesha Lavena, de 25 anos, foi resgatada em Marabá, no sudeste paraense, na terça-feira (07), após relatar que fugiu de um casal que a obrigava a se prostituir no Reino Unido. A informação do resgate foi confirmada pela Prefeitura de Marabá nesta quarta-feira (08).
De acordo com informações da Prefeitura, a jovem estava no Terminal Rodoviário Miguel Pernambuco, no km 6 de Marabá, quando abordou um taxista. Como ele não entendia o que ela falava, acionou os guardas municipais que faziam patrulhamento no local.
Durante conversa com os guardas, a inglesa relatou que foi adotada por um casal que a obrigava se prostituir, além dos abusos sexuais sofridos e, por esses motivos, resolveu fugir para o Brasil, já que tem parentes em Roraima. Como identificação, Ayecha Lavena apresentou um carteira de habilitação do Reino Unido.
Após receber a ocorrência, os guardas municipais encaminharam a jovem para a Polícia Federal de Marabá. Até o momento não se tem confirmação de como a inglesa chegou no Brasil.
Em entrevista ao DOL, o delegado Ricardo Viana, da Polícia Federal, confirmou que a inglesa foi levada até a sede em Marabá, porém disse desconhecer que ela fugiu por estar sendo escravizada sexualmente. Ele disse ainda que ela aparentava estar desorientada e, por esse motivo, foi encaminhada para receber atendimento psicossocial.
O delegado detalhou ainda que a jovem está em situação regular no Brasil e informou o Consulado Britânico, em São Paulo, sobre a situação da inglesa.
(DOL)

Compartilhe:

Chuvas:Prefeitura divulga telefones para comunidade acionar em casos de alagamentos

  Diante dos alagamentos e entupimento de bueiros, em consequência da forte chuva que está sobre a cidade neste momento, a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur) e secretaria de Obras ( SEVOP) solicitam à população ligar para os fones (94) 99263-1919/98159-5050 ou para 33218990 (Defesa Civil) para socorro a essas emergências. Informa também que equipes das secretarias já estão em campo nos locais de alagamento para desobstrução. É importante ressaltar que esta chuva devem durar o dia todo com níveis de até 50 milímetros por hora, portanto é importante que sejam relatados com a máxima urgência casos de alagamentos para os números acima. Ventos fortes, trovoadas, relâmpagos, raios e muita chuva. Este é o cenário nesta manhã de quinta-feira (9) em Marabá. Chovendo sem parar sobre a área urbana desde às 5 horas muitos bairros apresentam alagamentos e até vias públicas que nunca tiveram problema com água, estão sem tráfego ao virarem ‘piscinões’. Há relatos de transbordamento na Grota Criminosa – que corta várias folhas da Nova Marabá – principalmente no trecho entre as folhas 28 e 20, e também em parte da Folha 27. No complexo Cidade Nova, pontos de alagamento na Av. Boa Esperança, Av. Manaus, assim como em várias ruas baixas dos bairros Liberdade e Laranjeiras. Na Nova Marabá, até a avenida VP-8 tem ponto de alagamento inédito, na frente do Banco Sicredi na Folha 32. Nas redes sociais, muitos moradores compartilhando e publicando imagens das ruas alagadas ou de problemas em casa. Como ainda são as primeiras chuvas deste inverno,…

Pescadores interditam a Transamazônica por atraso no Seguro Defeso

Pescadores realizam um protesto neste momento à altura do Km 42 da Rodovia Transamazônica (BR-230), entre Marabá e Itupiranga. O bloqueio da pista é para reivindicar o pagamento do Seguro Defeso, que está atrasado, conforme os profissionais. Eles reclamam, ainda, da cassação de carteiras que tem sido frequente, alegando haver irregularidades no processo.

Os manifestantes não preveem, por enquanto, quanto tempo devem permanecer realizando o fechamento da estrada. Uma equipe do Correio de Carajás segue para o local para ouvir os pescadores e acompanhar o protesto. Mais informações serão divulgadas ao longo do dia.

O seguro defeso é o equivalente ao seguro desemprego do pescador artesanal profissional e concedido nos períodos em que estes trabalhadores são proibidos de exercerem a pesca, durante a piracema, como forma de sustento para eles. O pagamento é realizado em parcelas no valor de um salário mínimo.

Na última semana, a Justiça Federal acatou denúncia do Ministério Público Federal sobre irregularidades praticadas na Superintendência de Agricultura e Pesca no Pará e suspendeu pagamentos do Seguro Defeso administrados pelo órgão.

Fonte Correio Carajás

Compartilhe:

Com 12 transplantes em um ano, Hospital Regional de Santarém transforma a vida de renais crônicos

á um ano, o Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), em Santarém (PA), estava iniciando, em caráter definitivo, o Programa de Transplantes que transformaria a realidade dos pacientes renais crônicos da região do Oeste do Pará. Nesse período, 12 procedimentos foram realizados, dando maior conforto e qualidade de vida a quem antes tinha de passar por sessões de quatro horas de hemodiálise, três vezes por semana. O primeiro transplantado na história do Oeste do Pará foi Raimundo Soares, de 51 anos, que recebeu o rim do irmão, Leandro. Raimundo fez sessões de hemodiálise por quase seis anos. O transplante aconteceu em 3/11/2016, com duração de seis horas. No entanto, para que esse e os outros transplantes tivessem início, foi preciso uma longa caminhada, que levou anos. “Nós temos um ano do primeiro transplante, mas antes disso, nós temos toda uma história, de aproximadamente seis, sete anos de trabalho, articulação e preparo para isso acontecer”, lembra o responsável técnico pelo programa, nefrologista Emanuel Esposito. Para comemorar a data da primeira cirurgia e inaugurar a nova estrutura exclusiva do Programa de Transplantes, foi realizada uma cerimônia especial na tarde de segunda-feira, 6/11. “Queremos, somente, agradecer ao Hospital Regional, em todas as suas instâncias, assim como a população, que, com esse apoio, batemos o recorde de doação de órgãos. Temos de agradecer a essas famílias pela consciência. Só de rins, conseguimos captar 18, o que significa que 18 pessoas saíram do tratamento de diálise. Então, este ano, foi um ano de muitas conquistas, glórias e muito agradecimento”, reconhece…

Direção Viva’ é destaque em fórum de Psicologia e Medicina do Trânsito no Paraná

Prestes a completar um ano de implantação no Estado do Pará, neste mês de novembro, o programa “Direção Viva: você consciente, trânsito seguro” foi destaque no II Fórum Paranaense de Psicologia do Trânsito e I Fórum Paranaense de Medicina do Tráfego realizados na cidade de Curitiba (PR). O programa é uma iniciativa desenvolvida pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar nos hospitais públicos que gerencia no estado, como o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), Hospital Regional do Sudeste do Pará (HRSP) e Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT). O “Direção Viva” promove ações contínuas de educação em saúde, voltadas para a conscientização das sequelas oriundas de traumas por acidentes de trânsito. As ações desenvolvidas contam com o apoio de órgãos governamentais do Pará como a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), Departamento de Trânsito do Pará (Detran) e Polícia Rodoviária Federal. Há também parcerias com instituições de ensino e o engajamento dos residentes multiprofissionais, que atuam nas unidades. Em Curitiba, Paulo Crznhak, diretor Operacional da Pró-Saúde no Pará apresentou o case, destacando os resultados obtidos como a formação de condutores do futuro, por meio de campanhas de educação em saúde nas escolas. Ele ressaltou ainda, a redução no número de atendimentos a vítimas de acidentes de trânsito nos hospitais, bem como, a mobilização da sociedade com a sensibilização da imprensa, que tem feito reportagens de cunho educativo e de orientação, e a formação de multiplicadores no processo de conscientização sobre…

Audiência Pública “Dignidade não tem idade”

O Ministério Público do Estado do Pará, por meio da promotora de Justiça de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa de Marabá, Lílian Viana Freire, convoca a imprensa de Marabá para uma coletiva a ser realizada nesta quarta (8) às 10h na sala multiuso do MPPA de Marabá, a respeito da audiência pública “Dignidade não tem idade” voltada para os direitos da pessoa idosa marcada para o dia 9 de novembro. Durante a coletiva, a promotora de justiça Lilian Viana Freire irá adiantar os principais pontos que serão abordados na audiência e que, de maneira recorrente, têm sido polêmicos em relação à dignidade da pessoa idosa no município. Na coletiva a promotora apresentará os atuais índices de qualidade de vida e de desenvolvimento humano dos idosos no município de Marabá. A audiência pública a ser realizada no dia 9 de novembro tem por objetivo ouvir a  população, órgãos da administração pública Municipal, Estadual e Federal, ONG´s, associações, e demais interessados sobre as demandas do público idoso. As informações colhidas servirão para orientar a atuação do Ministério Público na garantia de direitos dessas pessoas no município. São convidados a participar da audiência, o público em geral, bem como as entidades representativas da sociedade civil, públicas e privadas, órgãos públicos, universidade e pessoas interessadas pelo debate do assunto. A situação do idoso em Marabá Existe em Marabá uma parcela da população que migrou para a região sudeste do estado do Pará na década de 1980, época da famosa corrida do ouro no garimpo de Serra Pelada e hoje atingiu a terceira idade, sem, contudo, ter estabelecido vínculos familiares e chegam ao final da vida absolutamente sós, sendo esta uma realidade vivenciada na Promotoria de Justiça da Defesa e Proteção dos Idosos. De acordo com os dados do…

Atenção: Estado abre processo de pré-matrícula para 2018

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) está abrindo, para o ano letivo de 2018, 200 mil novas vagas nos diversos níveis de ensino oferecidos pela rede, que são: Fundamental I (1° ao 5° ano); Fundamental II (6° ao 9° ano); Ensino Médio Regular; Educação de Jovens e Adultos (EJA); Fundamental (1ª a 4ª etapa) e EJA Médio (1ª e 2ª etapas). Para garantir uma dessas oportunidades, o estudante precisará fazer a pré-matrícula, que estará disponível a partir desta segunda-feira, 6, até o dia 7 de janeiro de 2018. O processo será realizado por meio do portal da Seduc, www.seduc.pa.gov.br ou pelo telefone 0800-2800-078. O processo de matrícula para o ano letivo de 2018, que inicia com a pré-matrícula, é para toda a rede estadual de ensino, que conta com 948 escolas, sendo 356 na Região Metropolitana de Belém e 592 no interior do Estado. Hoje, a rede conta com cerca de 650 mil alunos, mas a Seduc vai disponibilizar 800 mil vagas, esperando matricular estudantes oriundos de outras redes. Prazos para alunos novos Neste primeiro momento, a pré-matrícula é apenas para os alunos novos, isto é, para aqueles oriundos de outras redes, e para os portadores de deficiência. No site da Seduc, a pré-matrícula estará disponível 24 horas por dia, no prazo citado. Pelo telefone, os pretendentes à matrícula serão atendidos pela Central de Atendimento, de segunda a sexta-feira, no horário de 8h às 18h, até o dia 7 de janeiro. São informações necessárias para a pré-matrícula quatro documentos: Nome completo. Data de nascimento. Nome da mãe.…

São Felix do Xingu:Advogado é morto a tiros

a noite desta terça-feira (7), o advogado Mário Pinto da Silva foi executado em São Felix do Xingu, atingido por três tiros na cabeça por um homem que chegou acompanhado em uma moto e disparou contra o advogado que faleceu no local.
Advogado assasinado enquanto aguardava a esposa sair do trabalho.
foto; reprodução WhatsApp
Mário aguardava a esposa na porta da escola Municipal Filomeno de Sousa, localizada na Avenida Pará , Bairro de São José, onde a mesma é professora. O homem que disparou contra o advogado e o que pilotava a moto fugiram sem ser identificados.

De acordo com Werbti Soares Gama, vice-presidente da OAB-PA, subseção de Tucumã, a polícia já está investigando o caso. Ele lamenta mais esta execução contra advogados na região. “É lamentável que mais um amigo de profissão tenha sido assassinado cruelmente na nossa região. Advogar aqui no Pará tem sido um desafio ainda maior com esse tipo de insegurança” afirmou.

Há dois meses, outro crime chocou a cidade. A advogada Dilamar Martins Silva foi encontrada morta em sua fazenda em São Felix do Xingu. Dilamar foi assassinada e queimada por Kenny Muller Barbosa Neves, que confessou o crime.

Compartilhe:

Antonio Viera Caetano Continuará a Frente Sindicato dos Produtores Rurais de Marabá

Luta por garantias

Antônio Vieira Caetano e Ricardo Guimarães continuam na presidência do Sindicato dos Produtores Rurais de Marabá. A chapa única foi formalizada pela categoria que votou nesta segunda-feira, dia 06, na sede do SPRM. No triênio 2018 – 2020, eles vão dar continuidade a busca por mais conquistas para o produtor rural e assim alavancar ainda mais o setor agropecuário da região.

Compartilhe: