Portadores do cartão Sicredi Visa concorrem a viagens para a Copa do Mundo FIFA Rússia 2018 em nova campanha

  Promoção estará em vigência até abril de 2018 e tem, entre os prêmios, pacotes de viagem para o evento esportivo na Rússia, cortesia Visa.   A Copa do Mundo da FIFA Rússia 2018 terá início no dia 14 de junho, na Rússia, mas, no Brasil, os preparativos do evento já começaram com o lançamento da promoção Sicredi Visa. O cartão Visa, emitido pelo Sicredi, instituição financeira cooperativa – que possui mais de 3,7 milhões de associados e atuação em 21 estados brasileiros –  lança a promoção “Juntos na Rússia com seu Cartão Sicredi Visa”, que terá vigência até 18 de abril de 2018. Nela, mais de dois mil prêmios serão sorteados, como bolas oficiais da Copa do Mundo da FIFA Rússia 2018 da Adidas, vouchers de compras e pacotes de viagem para ir ao evento esportivo, cortesia Visa. Para participar, é necessário ter o cartão Sicredi Visa, pessoa física ou pessoa jurídica, e cadastrar-se pelo site www.promocaosicredivisa.com.br ou pelos telefones 0800 6427161 e 4020 7161. As transações na função crédito e débito que acumularem um valor mínimo de R$ 120,00 em compras por semana receberão um número da sorte. “A promoção tem entre seus objetivos beneficiar o associado que faz o uso do cartão como forma de pagamento no dia a dia, afirma Eduardo Goni, gerente da Sicredi Cartões.   A ação da Visa em parceria com o Sicredi já ocorreu nas edições de 2010 e 2014. “Por patrocinar o evento por mais de 10 anos, sabemos da importância e da expectativa que a Copa do Mundo…

Celpa inaugura em Marabá novo posto do Ecocelpa

O projeto contribui com a preservação do meio ambiente e oferece descontos na conta de energia por meio da troca dos resíduos recicláveis   Nesta segunda-feira, dia 15, a Celpa fará a inauguração do posto do Ecocelpa em Marabá, sudeste do Estado. Este será o segundo posto do projeto fora da Região Metropolitana de Belém. O Ecocelpa é responsável por contribuir com a preservação do meio ambiente por meio da coleta seletiva de resíduos recicláveis e ainda faz a troca dos mesmos por descontos na conta de energia elétrica. Com essa inauguração, o Ecocelpa passa a somar 13 pontos de coleta no Pará.   De acordo com o líder da área de Eficiência e Inovação da Celpa e um dos responsáveis pelo projeto, Hugo Cardoso, a intenção é oferecer postos de coleta em todo o Estado. “Estamos fazendo um trabalho para chegar com qualidade em cada município. Marabá foi escolhido por nós e pela própria população e empresas que queriam um projeto socioambiental na cidade. Pelo crescimento de Marabá nos últimos anos, é importantíssimo trazer esse desenvolvimento de eficiência energética. A gente espera que a população reconheça a importância da coleta seletiva e abrace o Ecocelpa”, diz Hugo.   RECICLAGEM – Em atividade há quase três anos, o Ecocelpa já conseguiu coletar cerca de 3.765,14 toneladas de resíduos recicláveis. Essa quantidade significa 9.601,49 toneladas capturadas de gás carbônico, substância altamente nociva ao meio ambiente. Essa contagem também representa uma economia de 18.335,90 MWh (megawatt), em se tratando de energia elétrica, pois para cada tipo de material reciclado, tem-se uma…

Marabá:Cosanpa trabalha para normalizar fornecimento de água

A Celpa informa que já está normalizado o fornecimento de energia na Estação de Água da Cosanpa. O problema foi ocasionado pelo rompimento de cabos na Subestação da Celpa em Marabá, após uma descarga atmosférica atingir o local na tarde desta quinta-feira (11) e provocar a saída de um alimentador.
Desde a madrugada de hoje (12), técnicos da concessionária de energia trabalharam para restabeler o fornecimento.
A Celpa lamenta os transtornos causados e informa que suas equipes não mediram esforços para restabelecer o serviço o mais breve possível.

Compartilhe:

Salário mínimo corrigido abaixo da inflação tem perda de R$ 28,80 em 2018

O salário mínimo que passou para R$ 954,00 em 2018, com um reajuste de 1,81%, deveria ser de R$ 956,40 para seguir o que determina a legislação. É que nesta quarta-feira, 10, foi divulgada a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), de 2,07% em 2017, nível mínimo de correção a ser aplicada ao piso nacional de salário e aposentadorias no País. É a Lei nº 13.152, de julho de 2015, que está valendo para a correção do piso de renda do País e pode até parecer ironia, mas ela cria a chamada política de valorização do salário mínimo. A lei diz que a atualização deve garantir a manutenção do seu poder aquisitivo com a aplicação da variação acumulada do INPC, nos 12 meses anteriores ao mês de reajuste. Ela assegura também uma valorização real, acima da inflação, medida pela taxa de crescimento real do Produto Interno Bruto, o PIB, registrada no penúltimo ano ao de correção do mínimo. No caso, deveria ser considerado o PIB de 2016, que teve crescimento negativo e, por isso, não gerou parcela extra de reajuste para o mínimo. Calculado pelo IBGE, o comportamento dos preços de alimentação, transportes e habitação, tem um peso expressivo na composição do INPC. A queda de preços especialmente dos alimentos puxou para baixo a variação do índice, mas isso explica apenas em parte o minúsculo aumento do salário mínimo.   Prejuízos Na prática, o governo usou a evolução do INPC de janeiro a novembro de 2017, que ficou em 1,81%, para corrigir…

Aposentados e pensionistas que ganham mais que o mínimo terão reajuste de 2,07%

Os aposentados e os pensionistas que recebem mais de um salário mínimo terão reajuste de 2,07%, informou ontem (10) à noite o Ministério da Fazenda. De acordo com a pasta, a portaria com o aumento será publicada hoje (11) no Diário Oficial da União. O reajuste equivale à variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) em 2017, anunciado hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O índice, que mede a variação de preços para famílias que ganham de um a cinco salários mínimos, registrou variação menor que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que fechou o ano passado em 2,95%. Com o reajuste, o teto das aposentadorias e pensões da Previdência Social sobe de R$ 5.531,31 para R$ 5.645,80. Quem recebe benefícios que equivalem ao salário mínimo, que passou de R$ 937 para R$ 954, terá reajuste menor, de 1,81%. Contribuições ao INSS A portaria também reajustou as faixas de contribuição dos trabalhadores para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A contribuição de 8% passa a valer para quem recebe até R$ 1.693,72. Quem ganha entre R$ 1.693,73 e R$ 2.822,90 pagará 9% e quem recebe de R$ 2.822,91 até o teto contribuirá com 11% do salário. Como o recolhimento se dará sobre o salário de janeiro, as novas faixas só entrarão em vigor em fevereiro. As faixas do salário-família também sofreram reajuste. A cota de R$ 45 valerá para os segurados que ganham até R$ 877,67. Para quem recebe entre R$ 877,68 e R$ 1.319,18, a…

Aulas recomeçam em janeiro em MARABÁ

 

 

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) informou hoje (8) que as matrículas da rede municipal de ensino na Zona Urbana e Rural de Marabá já estão com as datas definidas. De acordo com a Semed, no centro urbano, o período de matrícula para novos alunos será nos dias 22 e 23 de janeiro, com previsão para o início das aulas no dia 30 de janeiro. Já no campo, o calendário começa um pouco mais cedo. A matrícula acontecerá na próxima semana, nos dias 15 e 16, e as aulas devem iniciar no dia 22 de janeiro (segunda-feira).

No entanto, segundo a Semed, na cidade as escolas ainda estão trabalhando o período da recuperação que deve encerrar esta semana. Por isso, a rematrícula dos alunos nesta situação ocorrerá entre os dias 16 e 18 de janeiro. Na Zona Rural, o procedimento acontece nos próximos dias 11 e 12 de janeiro.

“Há um calendário geral para a rede de ensino urbana, mas foi dada anuência para as escolas anteciparam, conforme contexto do bairro”, informou a diretora de Ensino Urbano, Cristina Cavalcante.

Compartilhe:

Hospital Galileu reconhece profissionais mais elogiados de 2017

Ser avaliado pelo serviço prestado, ainda mais por quem usufrui dele, é um termômetro para muitos profissionais saberem se estão no caminho certo. Dentro do Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), em Belém (PA), até um ranking dos profissionais mais elogiados durante o ano foi elaborado, como forma de reconhecer a dedicação desses profissionais. O ranking dos dez mais elogiados da unidade foi apresentado na tarde desta quinta-feira, 11/1, na premiação ”Elogiados 2017”. Para saber quais os profissionais mais elogiados, a unidade gerida pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), utilizou como base as informações captadas ao longo do ano pelo Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU). ”Durante a permanência dos usuários na unidade, eles preenchem um formulário de Pesquisa de Satisfação, em que podem externar o nome dos profissionais que, segundo eles, destacaram-se em relação ao atendimento. E é com base nessa pesquisa que sabemos quais foram os mais elogiados do ano”, explicou a líder do SAU, Rebeca Matos. Reconhecimento Pelo segundo ano seguido, o médico Marcus Preti foi escolhido como ”Colaborador Destaque”, recebendo o maior número de elogios dos usuários. Além do colaborador destaque, foram escolhidos os dez mais elogiados do ano. O primeiro lugar ficou para a técnica de Enfermagem Andréa Bacelar, que recebeu também a homenagem da mãe, Jaci Bacelar. Jaci revelou que a filha largou uma carreira estável como publicitária para investir no sonho de trabalhar na área da saúde. “Ela ama o que faz e sempre me diz isso.…

Rio Maria (PA): Bando usa dinamite para explodir agência do Banco do Brasil

Uma ação audaciosa de uma quadrilha culminou com a explosão da agência bancária do Banco do Brasil na cidade de Rio Maria na madrugada de hoje, quinta-feira (11).

O bando chegou por volta de 1h da madrugada usou dinamite para explodir a porta e os caixas eletrônicos da agência, além de disparar dezenas de tiros para o alto.

Para fugir os elementos usaram pessoas como reféns. Ainda não foi informado sobre o montante de dinheiro roubado.

Segundo informações de populares, o bando teria fugido pela BR-155, sentido Redenção. (Com informações da PC. Fotos: blog do Luiz Pereira)

Compartilhe:

Levantamento de infestação do Aedes aegypti é realizado em Belém e Marabá

Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) realiza até a próxima sexta-feira (12) o primeiro Levantamento Rápido de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa) de 2018, em Belém. Aproximadamente 750 agentes de combate a endemias inspecionam 23 mil imóveis da zona urbana e ilhas do município. A capital fechou 2017 com índice de 2,1% de infestação, que segundo a escala do Ministério da Saúde, significa que estado de alerta para surto dessas doenças. O LIRAa é uma pesquisa amostral realizada a cada dois meses determinada pelo Ministério da Saúde para identificar as áreas com maior índice de infestação do mosquito transmissor dos vírus da dengue, da zika e da febre chikungunya. O objetivo é traçar e intensificar estratégias para eliminar os focos do Aedes aegypti. Marabá O Levantamento Rápido de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa) também está em andamento em Marabá, sudeste do Estado. Ao todo 119 agentes de endemias trabalham na identificação dos focos do mosquito. Segundo a coordenação da ação, a intenção é que o combate à infestação seja intensificado após o resultado do levantamento. Entre 2016 e 2017 foi registrado um surto na cidade, principalmente, da febre chikungunya. Em janeiro de 2017, o índice de infestação atingiu 22%, o que é três vezes maior que o considerado pelo Ministério da Saúde como situação de alerta. Já o levantamento de dezembro revelou uma queda no índice, pois a taxa ficou em 10% de infestação e em apenas dois bairros. O número ainda está acima do recomendado pelo MS, que aponta índices superiores a 4% como risco…

Apenas 15% dos brasileiros se prepararam para pagar despesas de início de ano

Levantamento realizado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) mostra que apenas 15% dos brasileiros dizem ter condições de pagar, com os próprios rendimentos, as despesas de início de ano, como os gastos com material escolare, o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), e o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). De acordo com a pesquisa, a maioria dos brasileiros não se preparou para os dispêndios de início de ano. Apenas um terço (32%) dos consumidores guardaram parte do décimo terceiro salário para as despesas de janeiro e fevereiro; 27% abriram mão de compras no Natal; e 21% passaram a fazer algum bico para acumular uma renda extra. “O ideal é que todos tenham entrado 2018 com a organização já traçada no final do ano passado. Mas quem ainda não pensou nisso, ainda dá tempo e precisa correr. O primeiro passo é fazer um mapeamento pensando no futuro, mas sempre de olho no retrovisor, pois janeiro é um mês com muito acumulo de gastos, como viagens do período de festas e parcelas remanescentes do Natal”, destacou a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti. Segundo a entidade, o brasileiro que parcelou suas compras natalinas vai terminar de pagar as prestações, em média, somente entre os meses de abril e maio, o que sinalizaria um orçamento comprometido por um período considerável do ano. “O ideal é deixar a quantia separada de seus rendimentos mensais. Assim, o consumidor não cai na tentação de gastar o dinheiro com…