MARABÁ: SAÚDE VAI REALIZAR 839 CIRURGIAS ELETIVAS ATÉ O FINAL DO ANO

Na última sexta feira (1º), a Prefeitura de Marabá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), iniciou no Hospital Municipal de Marabá (HMM) a realização de cirurgias eletivas. O objetivo é fechar o ano com 839 procedimentos concluídos, da fila de espera que se acumula desde 2012.

Segundo Dármina Duarte, diretora de Média e Alta Complexidade, as cirurgias eletivas, ou seja, aquelas que podem ser previamente agendadas, sem caráter de urgência ou emergência, acontecem em diversos pontos, de acordo com as especialidades.

No HMM, que já realizou uma média de 74 cirurgias deste tipo em 2017, a expectativa é chegar a pelo menos mais 200 cirurgias até dia 31 de dezembro. Lá, estão em triagem as menos complexas, porque devido à necessidade de leito esse contingente será liberado mais rápido, facilitando a rotatividade de pacientes. As principais são: hérnia, colecistectomia, histerectomia e hemorroidectomia.

Na próxima segunda-feira (11), três clinicas de oftalmologia estão programadas a iniciar as cirurgias de catarata. A SMS prevê a realização de 265 procedimentos desse tipo até o fim deste mês.

Também está programado para a próxima semana, no Hospital Santa Terezinha, iniciar uma série de 200 cirurgias. Dentre elas, estão procedimentos de histerectomia, hérnia, colecistectomia e algumas de urologia.

Compartilhe:

TRÂNSITO: ENGARRAFAMENTO JÁ CHEGOU AO CENTRO DA CIDADE NOVA

O engarrafamento na rodovia BR-230 (Transamazônica) a altura do núcleo Cidade Nova em Marabá já chegou a avenida Nagib Mutran, distante quase dois quilômetros do local do acidente na ponte sobre o rio Itacaiúnas. Desde as primeiras horas desta quinta-feira (7) os motoristas e condutores que saíram de casa para o trabalho ou escola estão sofrendo com um enorme engarrafamento ocasionado por um acidente que resultou na batida de uma caminhonete prata e um gol branco.

As paradas de ônibus ficaram lotadas com os passageiros a espera do transporte coletivo que nunca chegava e o trânsito ficou praticamente parado por cerca de 40 minutos por conta do acidente e do consequente engarrafamento. Não há informações sobre feridos graves.

Por conta do acidente, vários outros pequenos acidentes foram registrados naquele trajeto. Um pai que levava seu filho pequeno na moto tentando atravessar o cruzamento da BR-230 com a av. Carajás (em frente ao restaurante Tertúlia, indo para o Novo Horizonte) se chocou com outra moto que não respeitou a parada para travessia de pedestres. Por sorte, o pai estava em baixa velocidade e houve apenas pequenas escoriações na criança. O causador do acidente não parou e saiu em alta velocidade ziguezagueando pelos carros parados.

Compartilhe:

Marabá :Operação Piracema Divulga Balanço

Representantes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente em parceria com a Guarda Municipal de Marabá, se reuniram na tarde desta quarta-feira (6) para divulgar balanço parcial de ações da Operação Piracema 2017, realizadas durante o mês de novembro no município. Apenas no primeiro mês de atuação, foram feitas 254 abordagens e 584 kg de peixe foram apreendidos.

De acordo com Válber Araújo, secretário municipal de Meio Ambiente, foram empregados na operação nove fiscais ambientais, duas caminhonetes, duas embarcações, dois motores, GPS e câmera fotográfica. Como resultado foram apreendidos peixes de várias espécies, além de 89 espinhéis com boia, um caminhão (carregado com carvão), uma motosserra, 5.200 metros de rede e duas tarrafas.

Válber destacou o quanto é importante respeitar a legislação e o período de reprodução dos peixes, citando ainda que de 2001 para 2016, a produção do pescado em Marabá caiu de 50 para 20 toneladas. “É uma queda drástica e se a gente não tomar cuidado, realmente, o pescado vai ficar cada vez mais escasso na região. Então, o nosso aparato legal é uma instrução normativa do Ministério do Meio Ambiente e do Ministério da Pesca e Agricultura, que estabelece as regras para pescar enquanto durar a piracema.

Compartilhe:

ATO EM HOMENAGEM A PAULO FONTELES NESTE SÁBADO NA CÂMARA MUNICIPAL DE MARABÁ

Neste sábado (9), a partir das 15h30, no plenário da Câmara Municipal de Marabá (CMM), acontece uma homenagem em memória a Paulo Fonteles Filho, militante do PCdoB, que faleceu no dia 26 de outubro deste ano. O  ato cultural e político, que reunirá não apenas os membros do partido, mas representantes de diversos setores da região e de Marabá , além de lideranças políticas e populares de várias partes do País. Está confirmada, inclusive, a vinda da deputada estadual Manuela D’Ávila, pré-candidata à presidência da República pelo PCdoB (RS).

a informação para o Zeca News  e de Sandra Batista, da Comissão Política Estadual; Jone Carlos Neves, secretário de Finanças do Comitê Municipal; e José Edmilson Oliveira, presidente do Comitê Municipal do PCdoB.

Os militantes do partido estão convocados para esta homenagem a Fonteles, que dedicou sua vida na luta pela defesa do socialismo e dos direitos humanos.

Compartilhe:

CNH vai virar cartão com

A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vai mudar novamente e abandonar o formato em papel para virar um cartão de plástico com microchip, que reunirá informações do motorista.

Uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que será publicada ainda nesta semana, promete que a mudança será feita até 1º de janeiro de 2019 – prazo final de adaptação dos Detrans estaduais ao novo modelo.

Compartilhe:

DIRCEU QUER CNH JOVEM NO PARÁ

Aprovamos a unanimidade o projeto indicativo de minha autoria, que visa instituir no âmbito do estado do Pará o Programa “CNH JOVEM”, que tem por finalidade conceder carteiras de habilitação gratuitas para jovens de baixa renda que precisam do documento para inclusive acessar o mercado de trabalho. Também apresentamos outro importante projeto, e que tem como finalidade: fazer com que as empresas concessionárias de serviço público de água e energia elétrica, fiquem proibidas de interromper o fornecimento, das pessoas físicas e jurídicas, de seus serviços, por falta de pagamento de suas respectivas contas, às sextas-feiras, sábados, domingos, feriados e no último dia útil anterior ao feriado, pois estas concessionárias de serviços essenciais, como fornecimento de água e energia elétrica possuem instrumentos legais à sua disposição para, inclusive, programar a interrupção do fornecimento, quando for o caso, no decorrer da semana, o que permite ao consumidor tempo e condições de quitar seu débito e promover a reinstalação do serviço interrompido, sem maiores sobressaltos ou prejuízos. Bote fé!

Compartilhe:

VIOLÊNCIA: EX VICE PREFEITO DE NOVA IPIXUNA É ENCONTRADO MORTO EM SUA CAMA

O ex vice-prefeito do município de Nova Ipixuna, distante cerca de 50 quilômetros de Marabá Adão Lima de Jesus, o “Adãozinho”, foi encontrado morto na manhã desta quarta-feira (6) em sua casa com um tiro na nuca. O corpo foi encaminhado para o IML de Marabá e ainda não existem informações sobre a motivação ou quem seria o suspeito ou suspeitos de terem executado o ex político. A reportagem da Rádio Clube conversou com o ex prefeito Jose Pereira de Almeida, o “Zezão”, que foi o mandatário da chapa em que Adãozinho era vice. Eles foram gestores da prefeitura de Nova Ipixuna nos mandatos de 2000 a 2003 e 2004 a 2007. Segundo ele, após o término das gestões, Adãozinho chegou a ajudá-lo a recomeçar a vida e que pouco se viam ultimamente. “Ele foi um ótimo vice prefeito, nunca assinou um cheque na minha ausência”, explicou. Sobre as suspeitas da morte de Adãozinho, ele diz não entender o que pode ter acontecido, pois Adãozinho era bastante conhecido na cidade e não tinha inimigos declarados. Adãozinho morava no centro da cidade de Nova Ipixuna em uma casa de dois andares, sendo o pavimento inferior um comércio. “Acho que vai ser fácil descobrir que matou ele, pois existem câmeras de segurança na entrada do comércio”, explicou. Outro detalhe importante mencionado por Zezão, foi o fato de Adãozinho ter sido visto com duas mulheres na noite de terça-feira (5), mas somente as investigações da Polícia devem confirmar essas informações. Outro fator importante mencionado por Zezão: o corpo…

Hospital Regional de Marabá leva serviços de saúde para aldeia indígena

Os índios da aldeia Sororó, localizada em São João do Araguaia, serão os beneficiários da 11ª edição do projeto “Hospital Regional Amigo da Comunidade”. A ação ocorrerá nesta quarta-feira, 6, das 9h às 16h, e disponibilizará serviços como consulta médica, aferição de pressão, teste de glicemia capilar, orientação em saúde e avaliação nutricional, totalizando mais de 150 atendimentos.

Realizada pelo Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), com o apoio da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) e da Universidade do Estado do Pará (Uepa), a iniciativa é uma das “50 Ações do Bem” promovidas pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar em alusão aos seus 50 anos. A entidade é gestora do Hospital Regional de Marabá e de outros cinco hospitais públicos do Pará, sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

“Ação do Bem”

Em outubro, a Pró-Saúde promoveu outra ‘Ação do Bem’ em Marabá, também por meio do HRSP. Foi o I Workshop de Saúde do Idoso, que reuniu mais de 150 pessoas com o objetivo de contribuir para o envelhecimento saudável e humanizado na região. Dentre os assuntos discutidos durante o evento destacaram-se armazenamento e descarte correto de medicamentos, higiene pessoal, prevenção de quedas, principais doenças e tratamentos na terceira idade, alimentação, saúde emocional e Estatuto do Idoso.

Compartilhe:

Falhas na distribuição de medicamentos para Aids prejudicam pacientes no Pará

Falhas na distribuição de medicamentos para Aids prejudicam pacientes em todo o Pará. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (Sespa), os problemas começaram ainda no primeiro semestre e três remédios estão em falta. Sem solução prevista, quem depende do coquetel está preocupado. A militar reformada Amélia Garcia é soropositivo e faz tratamento há 23 anos. Mas, as pílulas que ela toma todos os dias só vão durar até a semana que vem. Ela diz que o medicamento está em falta: “Não tem. Pegaram hoje seis frascos emprestados lá do Casa Dia para abastecer a Ure Dipe”, conta Amélia. A falta de medicamento seria na Unidade de Referência Especializada (Ure Dipe), em Belém, um dos 23 locais no Pará que fazem a distribuição dos 37 remédios do coquetel para o tratamento de Aids e HIV pelo Sistema Único de Saúde. Quatro mil pessoas retiram os remédios no local. Ednaldo é soropositivo e integrante de uma Ong que reúne pacientes com a infecção. Todas as semanas ele vai a unidade e na última terça-feira (5) constatou que alguns medicamentos não estavam disponíveis. “Infelizmente essa situação vem se perdurando durante todo esse ano. Março teve, junho teve e agora mais uma vez está tendo de novo, tanto aqui, como no Casa Dia”, afirma Ednaldo Silva, da Rede Nacional de Pessoas Vivendo com HIV/ Aids. Segundo o grupo Paravida, a reclamação vem de todo o estado. ”Você imagina um estado com dimensões continentais como o Pará nós termos deficiência de medicamento. Pacientes que precisam de remédio para…