Mãe de prefeito de Tucuruí é presa por envolvimento em assassinato

Josenilde Silva Brito, 53 anos, mãe de Arthur Brito, prefeito de Tucuruí, teve prisão preventiva por 30 dias decretada nesta segunda-feira, 30, pelo juiz José Leonardo da Vara Criminal do município. juiz José Leonardo Frota de Vasconcellos Dias da Vara Criminal da Comarca de Tucuruí decretou, nesta segunda-feira (30), a prisão temporária por 30 dias de Josenilde Silva Brito, de 53 anos, suspeita de envolvimento no assassinato do prefeito Jones William, 42 anos, em julho de 2017. De acordo com a decisão do juiz, prisão é necessária para apurar os crimes de homicídio e associação criminosa. Josenilde Silva Brito é mãe do atual prefeito de Tucuruí, Arthur Brito, e foi conduzida para depor sobre o assassinato de Jones William, que foi morto a tiros enquanto vistoriava uma obra para tapar buracos em uma estrada da Tucuruí. Após o depoimento, a suspeita está sendo trazida para o Centro de Recuperação Feminino de Ananindeua, na região metropolitana de Belém. Além de Josenilde, um homem também foi preso na ação, mas não teve a identidade divulgada, durante o cumprimento de 10 mandados de busca e apreensão e três de prisão preventiva nesta segunda-feira. Oito pessoas também foram levadas para prestar esclarecimento na delegacia da cidade porque tiveram os nomes citados nas investigações. “Nem todo mundo que foi conduzido coercitivamente futuramente será réu no processo. Mas se está sendo conduzido é porque o nome surgiu como sendo importante, pelo menos, na prestação de informação para o estado”, disse o promotor de justiça Charles Teixeira. Em setembro deste ano, Bruno Marcos, suspeito…

Pará é o estado mais violento do Brasil e onde mais se mata para roubar

Com 2,6 casos de latrocínio por 100 mil habitantes no ano, o Pará é o estado mais violento do Brasil, segundo dados inéditos do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, divulgados nesta segunda-feira (30). A taxa média do país é de 1,2 latrocínios a cada 100 mil habitantes. Ou seja, o Pará possui mais que o dobro do registrado em outros estados brasileiros. A falta de investimento em educação, ausência do Estado e a certeza de que a impunidade transforma o estado em um local “sem lei” ajudam a explicar o alto índice e a posição lamentável que o Pará ocupa. Para se ter uma ideia, somente o Pará e outros quatro estados superam o índice de 2/100mil: Goiás, Amapá, Amazonas e Sergipe, que aparecem com índices menores. Na outra ponta da tabela, Tocantins, São Paulo, Santa Catarina, Paraíba, Paraná e Minas Gerais ficaram abaixo de um por 100 mil. “A violência se espalhou para o país todo. É hoje um problema nacional, faz com que o país se sinta amedrontado”, diz o diretor do Fórum, Renato Sérgio de Lima. Os pesquisadores destacam a ausência de um sistema nacional que consolide e padronize as informações de segurança pública, uma vez que muitas vezes faltam informações do perfil das vítimas nos boletins de ocorrência. “A gente vive, na área da segurança e da Justiça, um apagão estatístico”, afirma Lima. “Se o dado não existe, como estamos fazendo política pública? Porque a política pública depende de informação.” Feminicídios também aumentam Nas capitais, houve redução de 4,3% no total…

Prefeito de Tucuruí presta depoimento sobre assassinato de antecessor

Policiais civis realizam na manhã desta segunda-feira (30), em Tucuruí, no sudeste paraense, uma operação para prender suspeitos de envolvimento no assassinato do prefeito Jones William, assassinado em julho deste ano. Entre as pessoas que foram conduzidas coercitivamente para depor sobre o caso está o atual prefeito do município, Arthur Brito, que assumiu o cargo após a morte de Jones. Ao todo, estão sendo cumpridos 13 mandados de condução coercitiva, 10 mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão temporária. Além de Arthur, também foram procurados pela polícia Josy Brito e Lucas Brito, mãe e irmão do atual prefeito; comandante Wilson e Marlon, amigos de Arthur; Birinha e Patrick, pistoleiros, sendo o segundo ainda segurança de Josy; Tiago Canaã, que trabalhava como motorista do atual prefeito; e dois homens identificados como Clóvis e Cleiton, que seriam agiotas e sócios do prefeito. Os policiais estão nas casas dos envolvidos desde às 6h para cumprir os mandados judiciais. Segundo informações de policiais, e pelo menos outras nove pessoas estão na mira da polícia. Por nota, a prefeitura de Tucuruí afirmou que não há nenhum mandado de prisão nem acusação contra o Arthur Brito, e que ele “foi convidado a prestar depoimentos perante a autoridade responsável pela apuração dos fatos”. RELEMBRE O CASO O prefeito Jones William foi executado a tiros no dia 25 de julho deste ano, enquanto visitava uma obra no bairro Cristo Vive. Dois homens em uma motocicleta fizeram uma emboscada e dispararam cinco vezes contra o prefeito, que chegou a ser encaminhado ao hospital, mas acabou…

Agentes de trânsito formados em Marabá já estão aptos a atuar

A Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Estado do Pará (Arcon-PA) realizou na sexta-feira (27), a entrega dos certificados da primeira turma de agentes municipais de trânsito, que concluíram o curso de capacitação e agora vão poder atuar na fiscalização do transporte intermunicipal de passageiros no município de Marabá, no sudeste do Estado. A partir de agora, os agentes do Departamento Municipal de Trânsito e Transporte Urbano (DMTU) terão competência para fiscalizar e autuar os transportes intermunicipais. No total, 36 agentes do DMTU de Marabá participaram da primeira turma do curso de capacitação, que foi ministrado pelos instrutores Karla Galvão e Thiago de Oliveira. O processo de formação foi realizado com aulas em período integral e com atuação prática, utilizando materiais próprios da Agência e apresentando as quatro resoluções que regem os diferentes tipos de transporte de passageiros. O curso é resultado de um convênio entre a Agência e a Prefeitura de Marabá, assinado pelo diretor geral da Arcon-PA, Bruno Guedes, e pelo prefeito do município, Sebastião Miranda Filho, em 31 de agosto deste ano, que prevê que a Arcon deve promover o treinamento dos agentes indicados pela prefeitura, monitorar, acompanhar e fiscalizar o convênio, avaliar a execução e os resultados, analisar as prestações de contas apresentadas, entre outras obrigações. À prefeitura, cabe observar a legislação que disciplina o transporte de passageiros, prestar contas quanto ao pagamento de tributos, manter nas atividades relacionadas somente pessoal credenciado pela Agência, remeter semanalmente documentos retidos ou apreendidos, os autos de infração lavrados e demais documentos…

SINOBRAS: CORRIDA DO AÇO LEVA 700 ÀS RUAS DA MARABÁ PIONEIRA

Na manhã deste domingo (29), a 7ª edição da Corrida do Aço, realizada anualmente pela Sinobras em Marabá, reuniu 700 atletas, entre profissionais e amadores, num percurso de 7 quilômetros, com largada e chegada no cartão postal da cidade, a Orla de Marabá. Além da Corrida, pela segunda vez foi realizada a caminhada, com um percurso de 3 quilômetros e meio.
O primeiro a cruzar a linha de chegada foi Noel dos Reis, da cidade de Araguatins-To, finalizando o percurso após 21 minutos e 22 segundos de prova. O segundo colocado na categoria geral masculino foi Ismael Martins e o terceiro Carlos Nascimento. “Já me preparo há algumas semanas. Graças a Deus consegui correr bem, apesar do cansaço da viagem”, conta o vencedor Noel dos Reis.
Entre as mulheres, Ione Guedes, Joana Assunção e Welina Barroso foram as vencedoras na categoria geral feminino. Na categoria Sinobras masculino até 40 anos, os vencedores foram José Antônio (laminação), Jardel da Conceição (laminação) e Donciney Gomes (laminação). Na na categoria acima de 40 anos, venceram Olivar Roxo (Alto forno) e Antônio Alves (laminação) e Eraldo Dias (logística integrada).
No total, foram entregues R$ 7.600 de premiação. A coordenação do evento comemorou o sucesso da corrida. “Ficamos felizes porque é onde comemoramos 11 anos da produção do aço Em Marabá. No próximo ano temos o desafio de colocar mais inscrições ainda”. Ian Correia, vice-presidente Sinobras.

Compartilhe:

ARTUR BRITO ESTÁ FORAGIDO, MAS MÃE E IRMÃO DO PREFEITO ESTÃO PRESOS POR ENVOLVIMENTO NA MORTE DE JONES WILLIAM

O delegado-geral da Polícia Civil do Pará, Rilmar Firmino, comanda pessoalmente a operação que busca prender os mandantes e demais evolvidos no assassinato do prefeito Jones William da Silva Galvão (PMDB), em 25 de julho deste ano. O principal suspeito de ser o mandante do crime, o atual prefeito Artur Brito e vice na época da execução do titular, ainda está foragido, de acordo com fontes de Tucuruí. Segundo as mesmas fontes de Tucuruí, a mãe e o irmão de Artur, Josy Brito e Lucas Brito – que é vereador no município – já estão presos. Assim como os suspeitos identificados como Comandante Wilson, chefe de Gabinete da prefeitura; Patrick, que seria pistoleiro e segurança de Josy Brito; Marlon, amigo e sócio do atual prefeito; Birinha, assessor do vereador Lucas Brito; Tiago Canaã, motorista de Arthur; Clóvis e Cleiton, agiotas e sócios de Arthur Brito. A cidade está em choque com a operação policial, que começou nas primeiras horas da manhã e envolve 50 agentes da Polícia Civil e da Polícia Militar do Pará. Ao todo, estão sendo cumpridos 26 mandados de condução coercitiva, busca e apreensão e prisão temporária. Artur Brito não foi encontrado em casa, nesta manhã, dando sinais de que pode ter obtido algum tipo de aviso sobre a operação antes que os policiais chegassem a seu endereço. Ele é considerado foragido e está sendo caçado pela polícia. Artur Brito consolando a viúva Graciele Galvão, no dia do assassinato do marido Ainda como vice-prefeito, Artur Brito é visto em diversas imagens nas redes…

Deputado Dirceu Ten Caten apresenta projeto de lei que Institui a Política de Prevenção à Violência nas Unidades Escolares

deputado Dirceu Ten Caten   aprensentou na Alepa um importante projeto de lei que Institui a Política de Prevenção à Violência nas Unidades Escolares no Estado do Pará, juntamente com o coordenador do Sintepp Beto Andrade e o advogado Walmir Brelaz pedimos o apoio do presidente do parlamento Dep. Márcio Miranda para aprovarmos o mesmo. Ficou agendada uma sessão especial para discutir o tema no próximo dia 07/12, onde iremos chamar a Seduc, Segup, Guardas municipais, Parlamento, Conselhos Escolares e Sociedade Civil Organizada pra debater o assunto e juntos construirmos um ambiente de paz nas nossas escolas. Bote fé

Compartilhe:

Polícia realiza operação para prender suspeitos da morte do prefeito de Tucuruí

Equipe formada por 50 agentes de segurança pública cumpre 13 mandados na cidade na manhã desta segunda (30).
Polícia Civil do Pará realiza na manhã desta segunda-feira (30) uma operação para prender os suspeitos do assassinato do prefeito Jones William, de Tucuruí, sudeste do Pará. São cumpridos 10 mandados de busca e apreensão e três de prisão temporária.

Uma equipe composta por 50 agentes de segurança pública participa da operação, comandada pelo delegado geral da Policia Civil Rilmar Firmino. Os alvos são pessoas citadas no inquérito.

O prefeito de Tucuruí foi morto a tiros em julho deste ano enquanto vistoriava obras na cidade. Ele tinha 42 anos.

O prefeito de Tucuruí, Jones William, foi morto a tiros em julho deste ano (Foto: Divulgação / Prefeitura de Tucuruí)

Compartilhe:

Enfermeira é encontrada morta dentro de sua casa em Parauapebas

Natália Francis de Oliveira Martins de 30 anos, enfermeira lotada na Secretaria Municipal de Parauapebas, região sudeste do Pará, foi encontrada morta sobre sua cama, no início da noite do último sábado (28) de outubro.

De acordo com informações da Policia Civil, Natália Francis foi encontrada morta por volta das 19hs, por uma funcionária que sempre dormia na casa, já que a enfermeira era solteira e morava sozinha. 

De acordo com o Delegado que investiga o caso, Dufrae Abade, Natália tinha perfurações de agulha no pulso, e sobre a cama junto ao corpo, havia algumas Seringas Hospitalares injetáveis, o que leva o Delegado a suspeitar em suicídio.

O Delegado vai ouvir pessoas próximas a Natália, para tentar elucidar o caso. A primeira a ser ouvida será a funcionaria. (Luiz Pereira)

Compartilhe:

Rodovia PA-279 é liberada após 84 horas de bloqueio no sul do Pará

Os garimpeiros da Cooperativa de Ourilândia do Norte e Tucumã liberaram a rodovia PA-279 no início da noite de sexta-feira (27). Foram 84 horas de bloqueio em protesto pelas ações de fiscalização do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama). A desobstrução foi decidida em acordo com representantes do instituto durante reunião realizada na sexta.

Além do desbloqueio da rodovia, o acordo também determinou que não haja fiscalização do Ibama nos garimpos paralisados por um período de 30 dias. Uma nova reunião ficou definida para terça-feira (31) entre Ibama, MPF e os garimpeiros.

O trecho foi interditado na terça-feira (24). Ele fica perto do município de Ourilândia do Norte, em uma região com intensa produção agropecuária. A rodovia é muito utilizada para escoamento dos produtos. Ocongestionamento na área chegou a 10 quilômetros.

O protesto ocorreu após agentes de fiscalização do Ibama realizarem operação de combate a garimpos de ouro na Terra Indígena Kayapó, no Pará. Em três dias, com apoio de três aeronaves, foram destruídas 12 balsas de mergulho, 1 balsa escariante, 12 escavadeiras hidráulicas, 4 motobombas e 1 caminhão carregado de toras. Os agentes ambientais também apreenderam em acampamentos de garimpeiros uma arma, uma mira de precisão para espingarda e aproximadamente 700g de mercúrio.

Compartilhe: